ES: adolescentes fazem primeira colheita em projeto de horta do Iases

 

Quiabo, cebolinha, couve, aipim e abóboras estão entre os alimentos que foram colhidos de uma horta cultivada pelos adolescentes internos do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases). A reportagem é de Any Cometti, do G1 ES.

Além de cultivar e colher, os adolescentes também entregaram os kits com os legumes e verduras às famílias deles.

O projeto da horta é desenvolvido na Unidade de Internação Norte, que fica em Linhares. Além dos legumes e verduras colhidos no domingo (14), os adolescentes ainda cultivam beterraba, alface, chuchu, milho, tomate e pitaya.

“Quem trabalha com a terra diz que é uma grande terapia, que faz bem para o corpo e a mente. Esse trabalho na terra é do dia a dia de quem mora em Linhares. Plantar, colher, fazer o próprio kit e entregar aos familiares é um orgulho enorme para eles, porque são eles que produzem. Os familiares levam para casa o alimento produzido pelo próprio filho”, contou o diretor-presidente do Iases, Fábio Modesto.

A horta começou a ser cultivada em 2019. O espaço tem 150 m² e fica sob os cuidados de cinco socioeducandos. Esses adolescentes estão na última fase do programa, quando são preparamos para ingressar no mercado de trabalho, como empregado ou empreendedor.

“Para nós, é uma satisfação muito grande”, considera Modesto. “É perceptível a mudança, a transformação desse adolescente. Até a fisionomia deles muda. O projeto os forma como cidadãos conscientes dos seus deveres e direitos.”

O projeto foi contemplado pelo edital do JuventudES Emergencial, um projeto do Programa Estado Presente em Defesa da Vida que é coordenado pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) e tem parceria com o Instituto João XXIII.

Ao todo, R$ 3 mil foram usados para a compra de itens necessários para o plantio, como regadores, enxadas, pás, rastelos e carrinho de mão.

Socioeducandos do Iases cultivam horta em unidade de internação de Linhares, ES — Foto: Divulgação/Iases

Socioeducandos do Iases cultivam horta em unidade de internação de Linhares, ES — Foto: Divulgação/Iases

Leia mais

Leia também