Entrega de obras no Anel Viário de Goiânia é antecipada

Entrega de obras no Anel Viário de Goiânia é antecipadoEntrega de obras no Anel Viário de Goiânia é antecipado〈〉1 |2Anel Viário de Goiânia2 |2Anel Viário de GoiâniaEntrega de obras no Anel Viário de Goiânia é antecipadoEntrega de obras no Anel Viário de Goiânia é antecipado

As obras de restauração e a adequação dos retornos existentes no Anel Viário de Goiânia e de Aparecida de Goiânia, em Goiás, tiveram a entrega antecipada pelo Governo Federal. A inauguração ocorreu nesta segunda-feira (28). O trecho liga as rodovias BR-153/GO e a BR-060/GO, importantes corredores logísticos do País. As adequações vão levar mais segurança e conforto a quem passa pela via.

O investimento total nas obras e serviços realizados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) ao longo do Anel Viário foi de R$ 27.962.327,49.

A obra conta com 16,90 quilômetros de pista dupla. O Dnit fez a recuperação e a manutenção do pavimento das pistas de rolamento. Também instalou barreiras de proteção em concreto em pontos estratégicos para evitar a circulação de veículos e motos em locais inadequados. Ainda fez a adequação dos retornos que antes não tinham faixa de aceleração e desaceleração.

Ao participar da inauguração das obras, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, destacou a melhoria da pavimentação da via, da sinalização e a importância das barreiras de concreto para evitar acidentes no local.

“No final das contas, estamos falando de segurança, vamos melhorar o serviço prestado ao cidadão, diminuir o tempo de viagem, reduzir o número de acidentes”, disse o ministro.

Com as obras, o pavimento deve suportar por cinco anos ou mais o volume do tráfego na região sem a necessidade de intervenções de alto custo, de acordo com o Dnit. Até outubro de 2021, a autarquia é responsável pela manutenção rotineira da via.

Ferrovia

O ministro Tarcísio Gomes disse que a inauguração desta segunda-feira é apenas uma das obras previstas para o estado de Goiás. Ele relatou esperar retornar em novembro para assinar o contrato de construção da ferrovia de integração do Centro-Oeste.

“Queremos estar aqui de novo com o governador [Ronaldo] Caiado e bancada federal para assinar o contrato de algo que vai ser emblemático, transformador para o estado que é o contrato de construção ferrovia de integração do Centro-Oeste”, relatou.

“Uma ferrovia que vai nascer com capacidade de transportar 10, 13 milhões de toneladas de carga. E que vai se integrar a outro empreendimento que estamos construindo que é o da ferrovia de integração Oeste-Leste”, acrescentou o ministro.

Obras em todo o País

Ao longo do mês de setembro, o Dnit vem fazendo ações de recuperação e manutenção de vias pelo País. Algumas delas são:

Santa Catarina

Desde a última quinta-feira (24), os usuários da BR-282/SC, conhecida como Via Expressa de Florianópolis, contam com mais um acesso à rodovia federal. O Dnit abriu ao tráfego a alça de acesso que liga o local à Avenida Almirante Tamandaré. A obra proporciona maior conforto e segurança para quem precisa acessar a Via Expressa vindo do bairro Coqueiros.

Rio Grande do Sul

Nos últimos dias, o Dnit iniciou a implantação da sinalização horizontal na Nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre (RS), em paralelo à execução da pavimentação. Até o momento, cerca de dois quilômetros da ponte já receberam a camada de asfalto. Para dar um ritmo acelerado aos trabalhos, a pintura da sinalização horizontal tem início logo que o serviço de pavimentação asfáltica é concluído. A tinta termoplástica já foi aplicada em aproximadamente 900 metros das pistas.

Paraná

As rodovias federais do Paraná passaram por uma série de obras de manutenção e conservação neste mês de setembro. Os serviços incluíram a manutenção e melhorias na sinalização da Ponte Internacional da Fraternidade, que liga o Brasil à Argentina, entre as cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú.

Amapá

Seguem as obras de manutenção rodoviária na BR-210/AP, no Amapá. Iniciadas em abril deste ano, as ações agora estão concentradas entre o quilômetro 0,00 e o 9,00 da rodovia federal, onde equipes realizam serviços de roçada do canteiro central e lateral, de caição de meio fio, de reconformação da plataforma e de limpeza de sarjeta e meio fio.

Pará

O Dnit iniciou as obras de duplicação na BR-316/PA, localizada entre o município de Castanhal e o trevo que dá acesso à cidade de Salinópolis, ambas no Pará. O trecho tem 45 quilômetros de extensão e está com os licenciamentos ambientais aprovados para os primeiros 21 quilômetros do empreendimento. A obra prevê a construção de uma ponte com 40 metros de extensão. O investimento é de R$ 88.553.121,68 com previsão de término em dezembro de 2021.

Leia mais

Descaso: moradores de Água Doce do Norte sofrem sem água tratada

Água potável na torneira de casa e rede e tratamento de esgoto, isso parece muito básico para qualquer cidade, mas em Água Doce do...

Fiscal voluntário usa caderno para monitorar horários de ônibus e ajudar passageiros em Vitória

Ele atua no bairro Inhanguetá, na capital. Como ele está desempregado e não recebe nenhuma remuneração pela atividade, Pedro deixa uma caixinha para que...

Serviço de Inspeção Federal garante o abastecimento de produtos de origem animal

Foto: Mapa O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) esclareceu, nesta quarta-feira (1º), que as atividades de inspeção...

Qualificar ES abre 20 mil vagas em cursos on-line gratuitos na próxima terça-feira (21)

Vinte mil chances de qualificação gratuita para estudar...

Leia também