Enivaldo pode decretar CALAMIDADE PÚBLICA DE SAÚDE e “fechar tudo” em Barra de São Francisco

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos (PSD), já pensa em decretar Calamidade Pública de Saúde no município.

Para isso, ele está consultando pessoas via whatsapp.

Meus conterrâneos. A situação está cada vez mais séria. Acabei de receber esta mensagem de um profissional médico de nosso hospital: “Senhor Prefeito, preciso te passar minha opinião como profissional de saúde: se não tiver um toque de recolher, vai morrer gente na porta do hospital, não é exagero.  Estamos com 31 internados e 5 intubados. Se o senhor sair agora na rua, não tem vaga para estacionar, ninguém respeitando o decreto, lojas funcionando de portas fechadas, muito descaso com as vidas, equipe do hospital exausta, médicos chorando porque não têm onde colocar doente.  

Este é o quadro e requer uma posição. Quero sua opinião: “DEVEMOS PARALISAR TUDO E DECRETAR CALAMIDADE PÚBLICA NA SAÚDE, PROIBINDO AS PESSOAS DE SAÍREM DE CASA?” Enivaldo, prefeito. 

Em entrevista a Mazinho do Hospital, o Secretário Municipal de Saúde Gustavo Lacerda e a Diretora do Hospital Dr. Alceu Melgaço Filho, Lorena Chipolesch, falam da atual situação do município de Barra de São Francisco na pandemia.

 

Veja também

A vacinação de idosos tem continuidade esta semana, veja aqui

O atendimento a pacientes foi estendido até às 8 da noite, veja aqui

De acordo com mapeamento do Governo Estadual, Barra de São Francisco é o epicentro da variante mais letal. Veja mais detalhes aqui

A variante britânica foi encontrada em Barra de São Francisco. Veja aqui

Leia mais

Leia também