Enivaldo decreta luto oficial pela morte de ex-prefeito Edinho Pereira

A morte do ex-prefeito e ex-deputado estadual Edinho Pereira, aos 68 anos, na manhã desta terça-feira (27), num hospital de Cariacica, foi lamentada pelo prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD), que decretou luto oficial de três dias em Barra de São Francisco, na região Noroeste do Estado.

A Nota Oficial, na íntegra, diz: “O prefeito Enivaldo dos Anjos vem a público manifestar seu lamento pela morte do ex-prefeito Edson Henrique Pereira, ex-deputado estadual e ex-prefeito, e anunciar que decretou luto oficial de três dias no município de Barra de São Francisco.

O chefe do Executivo municipal aproveita para externar sua solidariedade à família e a todos os amigos e admiradores do ex-prefeito, registrando que a morte de um líder político tem sempre um forte impacto na vida da comunidade e, a despeito de serem adversários políticos, reconhece a importância do ex-prefeito para a história da cidade.

Ao mesmo tempo, Enivaldo dos Anjos registra seu pesar pelo sofrimento dos últimos dias do ex-prefeito com a doença que o acometeu e lamenta que Edinho Pereira tenha morrido prematuramente, com apenas 68 anos de idade, quando ainda acalentava sonhos de vida para muitos anos”.

RIVALIDADE

Enivaldo e Edinho cresceram juntos em Barra de São Francisco, mas tornaram-se adversários políticos até o último dia. Edinho assumiu a prefeitura pela primeira vez em 1983 e foi sucedido por Enivaldo em 1989. Depois, elegeu-se deputado estadual após Enivaldo deixar a Assembleia e tornar-se conselheiro do Tribunal de Contas.

Em 2006, Edinho foi prefeito mais uma vez, porém, acabou cassado pela Justiça e não conseguiu mais voltar a se eleger. O legado político da família ficou com o filho Luciano Pereira, que também foi deputado e prefeito, eleito pela última vez em 2012, na única derrota direta de Enivaldo para os Pereira. Em 2020, pela primeira vez nas últimas quatro décadas, não havia um representante da família na eleição municipal.

A morte de Edinho Pereira ocorre 15 dias após uma fake News, em forma de áudio por redes sociais no último dia 12, dar conta de que ele havia morrido. Entrevistado pelo jornalista José Caldas da Costa por telefone para o , o ex-prefeito lamentou, na ocasião, a notícia, mas admitiu que seu estado de saúde era grave.

Porém, manifestava otimismo e pedia orações ao povo de Barra de São Francisco. Num áudio enviado ao ex-vereador Mazinho do Hospital informava que estava “bem vivo” e que esperava a autorização para fazer uma cirurgia. Ao jornalista, Edinho disse: “Vou ter que tirar o rim direito, mas Deus está no controle”.

No áudio a Mazinho, logo depois, pedia: “Pede ao pessoal para orar por mim para Deus me ajudar a tirar esse mal que está dentro de mim.

Vamos conseguir e ainda vou viver muitos anos junto aos nossos amigos de Barra de São Francisco”. E brincou: “Acho que, se eu chegar em Barra de São Francisco hoje, as crianças vão correr de mim. Mas estou bem vivo e nas mãos de Deus”.

Internado num hospital de Cariacica, Edinho foi diagnosticado com linfoma num dos rins e na segunda-feira (26) suas atividades renais pararam. Havia esperança, mas ele foi sedado e entubado e não resistiu à agressividade do câncer.

Veja também

Galeria de fotos: relembre alguns momentos de Edinho Pereira

Ex-prefeito Edinho Pereira morre após ter parada cardiorrespiratória

 


Leia mais

Leia também