“Aceito desafio de fazer da eleição deste ano uma revanche de 2012”, diz Enivaldo

Pré-candidato do PSD à Prefeitura de Barra de São Francisco, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos disse nesta sexta-feira (14), em resposta a uma matéria do SiteBarra, que aceita o desafio de fazer da eleição deste ano uma revanche de 2012, quando perdeu a eleição para Luciano Pereira por 426.

Ainda meio descompassado e com a vitória do grupo dos Pereiras atravessada na garganta, o deputado tenta justificar a derrota.

Eu me curvei à soberania do povo de Barra de São Francisco naquela ocasião e me curvarei quantas vezes forem necessárias, assim como saberei, como sempre soube, assumir com responsabilidade o voto de confiança que meus conterrâneos me derem, como fizeram em 2014 e 2018 na eleição para deputado estadual. É bom que a Família Pereira decida mesmo vir para a eleição, porque o eleitor terá a oportunidade de avaliar entre mim e eles”, disse Enivaldo.

Preso ao passado, Enivaldo relembra o tempo em que disputou a eleição em Barra de São Francisco. Através de seus interlocutores, diz que em 1988, quando estava com apenas dois anos de mandato como deputado estadual, decidiu disputar a prefeitura contra Wilson Ferreira, candidato do então prefeito Edinho Pereira e do Governo do Estado e, somente com o apoio de seus correligionários e com sua proposta de governo moralizadora, conseguiu eleger-se com uma vantagem de pouco mais de 400 votos.

Depois disso, afirma ele, não perdeu mais eleição em Barra de São Francisco, exceto a de prefeito de 2012. “Eu passei quase 20 anos fora da cidade, representando-a em nível estadual. A partir de 1992, quando fui ser secretário de Estado, e depois como deputado estadual em de 1995 até 2000. Nesse ano, fui escolhido pela Assembleia e fui para o Tribunal de Contas como conselheiro. Em 2010 eu estava de volta e fui eleito suplente de senador. É natural que muita gente mais jovem não me conhecesse”, avalia Enivaldo.

Segue dizendo que a partir do pleito de 2012, Enivaldo voltou à cena política municipal e, depois, estadual, elegendo-se deputado em 2014 e, depois, em 2016, apoiando o nome de Alencar Marim, que havia sido o vice de sua chapa quatro anos antes, e impondo aos Pereira a maior derrota política da história.

Ele defende também a eleição de Alencar,

Os Pereira estava com a máquina na mão, porque o Luciano era o prefeito, mas a população avaliou seu mandato dando-lhe apenas 37% dos votos, enquanto Alencar, com o nosso apoio, lançado um mês antes da eleição, teve 62%. Em 2018, a população mais uma vez reconheceu nosso trabalho político e fui o deputado estadual mais votado na cidade. Mas, se eles não estão satisfeitos e querem vir para o confronto, podem cair dentro que eu estou pronto”, disse Enivaldo.

Veja mais no SiteBarra360

Leia mais

Leia também