ENERGIA SOLAR: Tecnologia “radicalmente nova” para gerar eletricidade

Compartilhe

Os pesquisadores da Chalmers University of Technology, na Suécia, desenvolveram mais uma etapa do sistema de energia que permite capturar a energia solar, armazená-la por até dezoito anos e liberá-la quando e onde for necessário. Depois de demonstrar anteriormente como a energia pode ser extraída na forma de calor, eles agora conseguiram fazer com que o sistema produzisse eletricidade, conectando-o a um gerador termoelétrico. 

“Esta é uma maneira radicalmente nova de gerar eletricidade a partir da energia solar. Isso significa que podemos usar a energia solar para produzir eletricidade independentemente do clima, hora do dia, estação do ano ou localização geográfica. É um sistema fechado que pode operar sem causar emissões de dióxido de carbono”, diz o líder da pesquisa Kasper Moth-Poulsen, professor do Departamento de Química e Engenharia Química da Chalmers.

A nova tecnologia é baseada no sistema de energia solar MOST – Molecular Solar Thermal Energy Storage Systems, desenvolvido na Chalmers University of Technology. A tecnologia é baseada em uma molécula especialmente projetada que muda de forma quando entra em contato com a luz solar. A pesquisa já atraiu grande interesse em todo o mundo quando foi apresentada em etapas anteriores.

O novo estudo, publicado na Cell Reports Physical Science e realizado em colaboração com pesquisadores em Xangai, leva o sistema de energia solar um passo adiante, detalhando como ele pode ser combinado com um gerador termoelétrico compacto para converter energia solar em eletricidade.

Os pesquisadores suecos enviaram sua molécula especialmente projetada, carregada com energia solar, para os colegas Tao Li e Zhiyu Hu da Universidade Jiao Tong de Xangai, onde a energia foi liberada e convertida em eletricidade usando o gerador que eles desenvolveram lá. Essencialmente, o sol sueco foi enviado para o outro lado do mundo e convertido em eletricidade na China.

“O gerador é um chip ultrafino que pode ser integrado a eletrônicos como fones de ouvido, relógios inteligentes e telefones. Até agora, geramos apenas pequenas quantidades de eletricidade, mas os novos resultados mostram que o conceito realmente funciona. Parece muito promissor”, diz o pesquisador Zhihang Wang, da Chalmers University of Technology.

A pesquisa tem um grande potencial para a produção de energia renovável e livre de emissões. Mas ainda falta muita pesquisa e desenvolvimento antes de carregar os aparelhos técnicos ou aquecer casas com a energia solar armazenada no sistema. “Juntamente com os vários grupos de pesquisa incluídos no projeto, estamos agora trabalhando para agilizar o sistema. A quantidade de eletricidade ou calor que pode extrair precisa ser aumentada. Mesmo que o sistema de energia seja baseado em materiais básicos simples, ele precisa ser adaptado para ser suficientemente econômico para produzir e, portanto, possível de ser lançado de forma mais ampla”, diz Kasper Moth-Poulsen.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Leia também

Jaguaré discute reativação do Conselho de Segurança Alimentar

  Representantes do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), do Governo do Estado, ligado à Secretaria de Estado...

Ações do Projeto Avivar avançam com Roda de Conversa

O Projeto Avivar, implantado há três meses em Barra de São Francisco avança a cada dia com novos...

Suspeito morre em confronto com a polícia no Norte do Espírito Santo

Um suspeito morreu em um confronto com policiais militares na noite desta sexta-feira (20) em Jaguaré, no Norte...

Copa do Brasil: Atlético-MG derrota Brasiliense e está nas oitavas

Mesmo jogando com uma equipe alternativa, o Atlético-MG derrotou o Brasiliense por 1 a 0, neste domingo (22)...

Agenda de sustentabilidade envolve todas as áreas, afirmam ministros

Os impactos que tecnologias ambientalmente sustentáveis terão para a economia em um futuro próximo deixam clara a necessidade...

Agência do Sine de Barra de São Francisco em novo endereço

A agência do Sine em Barra de São Francisco, abre a semana com 30 oportunidades de empregos formais....