Enem digital tem 68,4% de abstenção no Espírito Santo

Do total de 1.283 inscritos, 405 compareceram no segundo dia de prova digital no estado.

Estudantes do ES fizeram a primeira etapa do Enem digital no dia 31 de janeiro

Estudantes do ES fizeram a primeira etapa do Enem digital no dia 31 de janeiro

O segundo dia de prova da versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Espírito Santo teve abstenção de 68,4% entre os participantes. Do total de 1.283 inscritos, apenas 405 compareceram para fazer a prova no estado.

No primeiro dia, a abstenção foi de 64% no estado.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

No estado, as abstenções foram pouco maior que a média nacional. Do total de 96 mil inscritos, 68% não fizeram a prova.

Essa é a primeira vez que o modelo de aplicação digital do exame é usado no país. A ideia do Ministério da Educação é tornar a prova totalmente digital até 2026.

O índice de abstenção da prova física foi o mais alto já registrado no estado e atingiu 57,7% do total de candidatos confirmados esperados para esta edição.

As provas da versão digital já foram divulgadas no site do Inep.

Outros números do primeiro domingo de Enem digital:

  • 70 candidatos eliminados (não foram especificados os motivos)
  • 104 municípios realizaram o exame; sendo quatro no Espírito Santo
  • foram 1.028 locais de prova, sendo 16 no ES

Camilo Mussi, diretor de tecnologia do Inep, afirmou que nenhum problema de segurança foi detectado que pudesse afetar a lisura do processo.

  • Alunos contam que optaram pelo Enem digital por ‘aventura’ e novidade, mas temem computador ‘perder tudo’

Neste ano, foram três versões diferentes do Enem:

  • impressa, em 17 e 24 de janeiro;
  • impressa, em 23 e 24 de fevereiro, na reaplicação do exame (para candidatos do Amazonas, por exemplo, onde a prova foi adiada; privados de liberdade; afetados por problemas logísticos, como falta de luz no local de prova; e pessoas com doenças infectocontagiosas);
  • digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

São questões e temas de redação diferentes. O nível de dificuldade, por outro lado, é sempre o mesmo, por causa da Teoria de Resposta ao Item (entenda aqui).

Em todo Brasil, 146 inscritos solicitaram reaplicação do segundo dia de provas digitais, em virtude de doenças infectocontagiosas. O Inep recebeu os pedidos e comprovantes das condições de saúde até as 12h de sábado, 6 de fevereiro. Delas, 76 solicitações foram aceitas e 70, indeferidas. Considerando os dois dias de aplicação do Enem Digital, 320 pedidos foram feitos e, no total, o Inep aceitou 194.

Os inscritos que apresentaram sintomas de Covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa prevista no edital, na véspera (após as 12h de sábado) ou no dia da prova, também poderão solicitar a reaplicação.

Nesses casos, a solicitação, assim como em situações de incidentes logísticos, deverá ser feita na Página do Participante, a partir desta segunda-feira (8). O prazo vai até a próxima sexta-feira (12). Os casos serão analisados individualmente pelo Inep. Os resultados dos pedidos de replicação das duas versões do exame (impressa e digital) estarão disponíveis até 15 de fevereiro.


Leia mais

Leia também