Endividamento das famílias brasileiras cresce em janeiro

A quantidade de pessoas endividadas no Brasil aumentou em janeiro deste ano, em comparação com dezembro do ano passado. A informação é revelada pela Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada na última quinta-feira (18), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

REFORMA TRIBUTÁRIA: PEC 128/2019 anteviu momento de crise, afirma Luis Miranda

Vetos de Bolsonaro em lei tiram mais de R$ 4 bilhões da ciência em 2021

Segundo os dados, o percentual de famílias endividadas, ou seja, com dívidas em atraso ou não, chegou a 66,5% em janeiro deste ano, ficando acima das taxas de dezembro de 2020 (66,3%) e de janeiro do ano passado (65,3%).

O percentual de inadimplentes, o que quer dizer famílias com dívidas ou contas em atraso, chegou a 24,8%, abaixo dos 25,2% de dezembro, mas acima dos 23,8% de janeiro do ano passado. As famílias que não terão condições de pagar suas contas somaram 10,9% do total, abaixo dos 11,2% de dezembro, porém, acima dos 9,6% de janeiro de 2020.

Foto: Breakingpic (Pexels)

Leia mais

Leia também