Empresas do setor de alimentos podem ser orientadas pelo Sebrae para uma reabertura rápida e segura

Compartilhe

Pesquisa realizada pelo Sebrae descobriu que 61% dos empresários do setor de alimentos – com foco nos pequenos empresários como lanchonetes, restaurantes, padarias e confeitarias – tiveram de se readequar neste momento de pandemia causada pela Covid-19. Esse foi o caso da empresária Camila Rodrigues, dona de um restaurante em Jundiaí, no interior de São Paulo.  

“Entre as adequações para o funcionamento do local, nós tivemos vários funcionários demitidos por não ter mesas para serem atendidas, tivemos de colocar álcool em gel nas mesas, fazer o uso de máscaras, o distanciamento das mesas e tivemos de aumentar as entregas por delivery”, afirmou a empresária. 

75 mil lojas fecharam ano passado devido a pandemia da Covid-19

Acesso à internet e infraestrutura escolar foram os maiores desafios das redes municipais de educação em 2020

Com a crise econômica gerada pela pandemia da Covid-19, o faturamento desse tipo de estabelecimento também caiu drasticamente. Por isso, o Sebrae elaborou uma série de documentos com dicas e orientações para que os pequenos negócios possam ajudar na retomada segura da economia brasileira.

As orientações aos pequenos empresários têm sido no sentido dos cuidados sanitários e possíveis adequações ao negócio. Essas dicas foram elaboradas a partir de conteúdos oficiais de saúde, com objetivo de uma reabertura mais rápida com o máximo de segurança aos funcionários e clientes dos estabelecimentos. Algumas dessas orientações são apresentadas pelo analista do Sebrae Nacional, Luiz Rebelatto.

 “Atenção aos decretos oficialmente estabelecidos, o foco na segurança das pessoas: colaboradores, fornecedores e clientes. É preciso, também, ter cuidado com a segurança dos alimentos que apesar de não terem mudado, precisam ser reforçados neste momento. Também é preciso cuidar dos aspectos como higiene, saúde e doenças no local de trabalho. Além disso, é importante atentar às questões do ambiente de trabalho como a disponibilização de álcool em gel e limpeza regular”, explicou o analista.  

Outras dicas presentes no documento elaborado pelo Sebrae são a divulgação dos protocolos de segurança, a fiscalização dos procedimentos realizados pelo comércio, atuação junto aos empresários entre outras. Para mais informações sobre esses e outros setores acesse: www.sebrae.com.br/cuidados.

#ContinueCuidando

Foto: Daria Shevtsova (Pexels)

Leia também

Brasil tem 21 casos confirmados de varíola dos macacos; um caso é no Espírito Santo

O Ministério da Saúde informou, nesta quarta-feira (29), que o Brasil tem 21 casos confirmados de varíola dos...

Polícia Civil prende seis pessoas que causaram prejuízo de mais de R$ 1 milhão a uma cooperativa no norte do Estado

Por Victória Meireles Policiais civis das Delegacias de Polícia de Jaguaré e Vila Valério prenderam seis pessoas suspeitas de...

PM apreende 2kg de pasta base de cocaína no Norte do ES

  Policiais militares da 18ª CIA Independente, de Jaguaré, apreenderam dois quilos de pasta base de cocaína na noite...

Polícia Civil prende homem suspeito de furtar materiais de uma obra em Jaguaré

As equipes das Delegacias de Polícia de Jaguaré e Vila Valério prenderam em flagrante, na tarde dessa quarta-feira (29),...

Mundial: Ana Marcela leva bronze nos 10 km, sua 2ª medalha na Hungria

Pouco mais e um segundo fez a diferença para a campeã olímpica Ana Marcela Cunha na busca do...

Polícia Civil prende homem e apreende arma em Vila Valério

As Delegacias de Polícia de Jaguaré e Vila Valério prenderam um homem de 36 anos, no Córrego de...

Governo Federal repassa mais R$ 5,1 milhões para a continuidade de obras de saneamento em nove estados

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai repassar R$ 5,1 milhões para a...