Empresários avaliam novos formatos para eventos no Espírito Santo

Desde o final de julho, o governo do Estado tem autorizado a realização de apresentações no modelo drive-in, mas outros formatos estão em discussão

 

Desde que teve início a pandemia do novo coronavírus, um dos setores que mais sofreram com as restrições impostas pelas autoridades sanitárias, para evitar a proliferação do vírus, foi o de eventos.

Para amenizar os prejuízos causados por essas restrições e dar ao público alguma forma de entretenimento fora de suas casas, empresários do ramo no Espírito Santo têm procurado se reinventar para produzir espetáculos em um novo formato, sempre respeitando as regras em vigor e proporcionando o máximo de segurança para o público. A reportagem é de Rodrigo Araújo, do Folha Vitória.

Desde o início do mês passado, cinemas do estado estão autorizados a funcionar somente no formato drive-in, no qual a permanência do público nos locais de exibição dos filmes é permitida somente dentro dos carros. Desde então, eventos como o Cine Drive Vitória, no estacionamento do Shopping Vitória, passaram a ser realizados. No final do mesmo mês, essa permissão foi estendida para outros eventos, como espetáculos teatrais, shows e apresentações diversas.

Os empresários do setor, no entanto, pleiteiam, junto ao poder público, a permissão para que novos formatos sejam permitidos. No último dia 10, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) aprovou um projeto de lei que regulamenta a realização de eventos da modalidade drive-in no estado. A matéria autoriza os órgãos estaduais e municipais competentes a expedirem alvarás para eventos culturais, religiosos e de entretenimento nesse formato.

Um dos pontos do texto aprovado pelos deputados prevê a delimitação de um espaço de pelo menos oito metros quadrados por veículo, com a utilização de barreira física em distância lateral, para que os frequentadores possam acompanhar o evento de fora do veículo, desde que não mantenham qualquer contato ou proximidade com os demais veículos. O projeto aprovado já foi encaminhado para o governador Renato Casagrande, que tem até a próxima semana para sancionar ou vetar o texto.

Diante do que temos acompanhado no mundo e até mesmo no Brasil, essa progressão nos formatos de eventos que estão sendo liberados tem ocorrido de maneira bem gradativa aqui no Espírito Santo. Em todo o país está permitido o formato drive-in. Em São Paulo, essa liberação ocorreu em junho e aqui no Espírito Santo ela só foi acontecer um mês depois. Então o Estado tem demorado muito para fazer essa liberação. Começaram autorizando apenas os cinemas no formato drive-in e só depois estenderam essa permissão para os demais eventos”, comentou o empresário do setor de eventos Patrick Ribeiro.

Outros formatos

Ele lembra que outros formatos de shows, até mesmo sem a presença de carros, estão sendo realizados mundo afora. “No Reino Unido tem um evento, que até viralizaram fotos e vídeos, que mostram as pessoas em uma espécie de mini-camarote, ao lado dos carros. Agora já até tiraram os carros. As pessoas podem ficar em mesas para poucas pessoas, em um ambiente cercado e respeitando o distanciamento“, frisou o empresário.

O tal formato, como citado por Patrick Ribeiro, já tem sido adotado em alguns países, como a Inglaterra, e algumas arenas no Brasil já estudam a sua utilização. A ideia é agrupar a plateia em lounges, que são áreas cercadas, em que as pessoas que vão juntas assistir aos shows podem ficar no mesmo lugar, sem contato com outros grupos. Cada um dos espaços abrigam de quatro a cinco pessoas e ficam longe dos demais espectadores.

Foto: Virgin Money Unity Arena / David Wala
Alguns eventos pelo mundo adotam o formato com pequenos lounges distribuídos no espaço

Sobre esse formato, Patrick Ribeiro afirma que é um pleito dos empresários do setor de eventos junto ao governo estadual, mas que poderá levar mais algum tempo para ser autorizado. “Esse pleito já existe. Na verdade, tudo é uma questão de etapas e de protocolos que vão permitir. A retomada vai ser gradativa e nós estamos preparados para todas as etapas. Primeiro esse consumo com conforto e na segurança dentro dos carros. Em seguida, em um contexto do vírus mais controlado, acredito que as pessoas virão de carro e poderão participar do evento na lateral do veículo, ou seja, continua sendo entretenimento com distanciamento e responsável. Em um terceiro movimento, já teremos a possibilidade de curtir os eventos sem os carros“, ressaltou.

A reportagem do Folha Vitória entrou em contato com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), questionando se a pasta tem analisado novos formatos de eventos que poderão ser autorizados em breve no Espírito Santo e se há previsão para que essa liberação ocorra. No entanto, até a noite deste sexta-feira (28), não houve retorno por parte da secretaria. O resposta será acrescentada assim que for enviada.

Eventos drive-in

Enquanto novos formatos não são autorizados pelo governo estadual, as empresas de evento vão se adequando às regras vigentes. No próximo dia 20, terá início o Vitória Sessions Drive-in, que receberá espetáculos musicais, infantis, shows de humor, entre outras atrações.

Foto: Divulgação
Espaço para o evento no estacionamento do Aeroporto de Vitória terá capacidade para 300 carros

O evento será realizado no estacionamento do Aeroporto de Vitória, em um espaço que será adaptado para receber 300 carros. A capacidade permitida é de até quatro pessoas por veículo, com uso obrigatório de máscara. Dessa forma, cada apresentação poderá contar com um público de até 1,2 mil pessoas, porém mantido o devido distanciamento entre elas e respeitadas as demais medidas de segurança para prevenção à covid-19.

De acordo com Patrick Ribeiro, responsável pela organização do evento, inicialmente todos os presentes deverão ficar dentro de seus respectivos carros. No entanto, caso o governo autorize que as pessoas possam sair dos veículos para curtir o show, mantendo o devido distanciamento, o espaço será adaptado para que isso aconteça. “Qualquer que seja a decisão e autorização, a gente está preparado, com a estrutura, mesmo que cara, para poder fazer essa entrega“, destacou o empresário.

Eventos sociais

E não são só os empresários do ramo de espetáculos que têm sofrido com as restrições impostas pela pandemia. Os realizadores de eventos sociais no Espírito Santo também têm amargado sérios prejuízos nos últimos cinco meses.

O empresário do ramo de decorações para casamentos, Marcelo Moura, ressalta que a situação do setor é ainda mais grave em relação a outras atividades econômicas, uma vez que, desde março estão proibidos eventos sociais no estado. Para tentar viabilizar uma alternativa junto ao governo estadual, uma comissão composta por cerca de 500 empresas do ramo, denominada “Motivos para Comemorar”, elaborou um protocolo com uma série de diretrizes para que esses eventos possam ser retomados aos poucos no Espírito Santo.

“Estamos mantendo diálogo com o governo e as conversas estão avançadas. Elaboramos um protocolo e os encaminhamos para as secretarias de Cultura, Turismo e Saúde. A ideia da nossa comissão é que os eventos sejam realizados de maneira gradativa, obedecendo à matriz de risco de governo. Os eventos contariam com público limitado a até 100 pessoas, distanciamento entre as mesas, uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel, aferição de temperatura dos participantes, entre outras medidas. Conforme os números da pandemia forem diminuindo no estado, novas liberações seriam feitas. Mas ainda estamos aguardando um posicionamento do governo”, ressaltou.

“O setor tem sofrido bastante, já que estamos proibidos de organizar qualquer evento social. Toda uma agenda de 2020 foi adiada para 2021. Então as empresas têm tido muitos problemas e os clientes também sofrem com essa impossibilidade”, completou Moura, que também integra a comissão Motivos Para Comemorar.

Leia mais

MEC prorroga adesão ao programa Tempo de Aprender até 31 de agosto

Secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim. Foto: Agência Brasil Estados e municípios têm até o dia 31 de agosto para manifestar interesse em aderir ao programa...

Campanha do Agasalho entrega primeiras doações no Distrito Federal

Entrega de cobertores e chinelos foi feita pela presidente do conselho do Pátria Voluntária, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, na Unidade de Acolhimento para Crianças...

Campanha de Renegociação do Bandes continua em operação

O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) não diminuiu esforços para que clientes, rurais e...

Acidente na Curva do Saldanha, em Vitória, deixa dois feridos e trânsito lento

Segundo a Guarda Municipal de Vitória, acidente foi provocado por um derramamento de óleo na pista. Acidente na Curva do Saldanha deixou dois feridos e...

Leia também

Homem é preso após tentar assaltar policial de férias no bairro Aeroporto

Um jovem de 22 anos foi preso pela PM após tentar assaltar um militar na noite deste sábado (26), no bairro Aeroporto, em Nova...

Mulher não aceita fim de relacionamento e pula sobre carro em Barra de São Francisco; vídeo

Uma cena de ciúmes movimentou o centro de Barra de São Francisco/ES, no trecho próximo ao Restaurante A Salutte, neste domingo, 27. Uma mulher,...

PM apreende arma de fogo no interior de Nova Venécia

Na tarde deste sábado (26), militares da Força Tática do 2° batalhão apreenderam uma arma de fogo no interior de Nova Venécia. Uma pessoa...

Homem é assassinado com golpes de arma branca e tem crânio esmagado no interior de Conceição da Barra

Um homem, de 37 anos, foi morto, na madrugada desse sábado (26), no bairro São Jorge, na localidade de Braço do Rio, interior de...