Empresário capixaba suspeito de vender sinal ilegal de TV é alvo de investigação internacional

Um empresário, de 29 anos, foi detido no bairro Vale Encantado, em Vila Velha, durante uma operação internacional que investiga a comercialização ilegal de sinais de televisão na internet.

Modens de internet foram apreendidos, na semana passada, pela Polícia Civil na casa do suspeito. O resultado da operação foi divulgado pela PC nesta terça-feira (13).

Segundo o delegado Brenno Andrade, da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos, o homem comercializava, de forma ilegal, as transmissões de canais de televisão pela internet.

“A polícia cumpriu o mandado. Ao chegar no local, o individuo colaborou com a equipe. Foram encontrados vários equipamentos que permitiam o compartilhamento indevido desse material, ele foi conduzido para a delegacia, mas na unidade policial ele ficou em silêncio, não quis se manifestar”, explicou.

A prisão fez parte de uma operação coordenada pelo Ministério da Justiça que aconteceu em todo o país. Os sites que o empresário administrava foram tirados do ar. Pessoas de outros estados podem estar envolvidas.

Operação em nove estados

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em nove estados do Brasil. O interessante da operação é que, compartilhando as informações, conseguimos obter um resultado mais preciso. O suspeito preso em Vila Velha, por exemplo, informou que havia sido recrutado por um homem de São Paulo. A polícia de lá, agora, irá investigar”, detalhou o delegado.

De acordo com o delegado, o empresário vai responder pelo crime, mas não ficou preso. “Ele não foi preso porque não tinha flagrante, mas ele será indiciado e irá responder ao inquérito e, posteriormente, ao Poder Judiciário”, disse.

Apenas no Brasil, mais de 300 sites e 90 aplicativos foram bloqueados pela operação. As investigações também acontecem nos Estados Unidos e na Inglaterra.

“Se fizéssemos apenas em um Estado, logo o serviço estaria sendo ofertado novamente, o que não foi o caso. Vimos uma repercussão grande de pessoas reclamando que perderam o acesso ao serviço, mas a polícia está fazendo o trabalho dela e como é um crime, o caso será investigado”, frisou.

Outro suspeito preso

Ainda em Vila Velha, um outro homem de 27 anos foi preso por policiais da Superintendência de Polícia Especializada. Segundo o delegado Gabriel Monteiro, da Divisão Especializada de Segurança Patrimonial, o suspeito é investigado por tráfico de drogas.

“Nós recebemos informações de que, dentro de uma residência, haveriam armas. Fomos apurar e, para a nossa surpresa, encontramos uma grande quantidade de drogas e estimulantes. Foram mais de três mil micro pontos de LSD e 380 comprimidos de ecstasy. Com isso, o indivíduo foi autuado por tráfico de drogas.

As drogas encontradas com o rapaz, segundo a polícia, abasteceriam festas clandestinas conhecidas como “Baile do Mandela” na Grande Vitória. O suspeito foi ouvido na delegacia e encaminhado para o presídio.

Informações: Folha Vitória


Leia mais

Leia também