Embrapa e Bayer realizarão pesquisas sobre agricultura sustentável

A Embrapa e a multinacional Bayer fecharam parceria de cooperação técnica para o desenvolvimento de protocolos para medição e monitoramento de emissões de gases na agricultura. O objetivo da parceria, segundo as entidades, é investir em ações de pesquisa científica para reduzir as incertezas aos produtores de soja e de milho.

Três centros de pesquisa vão conduzir os estudos, todos no estado de São Paulo, são eles: a Embrapa Informática Agropecuária, em Campinas; Embrapa Instrumentação em São Carlos e Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna. O projeto de pesquisa piloto abrange o ano agrícola 2020/2021 e terá duração de 12 meses.

Produtores podem ficar sem sementes e genes animais de origem estrangeira se Brasil não ratificar Protocolo de Nagoya

O projeto terá enfoque na divulgação de práticas não agridem o meio ambiente, para que elas sejam cada vez mais adotadas pelos agricultores, o que, segundo os idealizadores da parceria, vai trazer mais eficiência para o sistema agrícola e também possibilitará a melhoria da renda no campo. 
 

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Leia mais

Leia também