Embaixador da Itália avalia criação de câmara de comércio italiana no Espírito Santo

Compartilhe

O embaixador geral da Itália no Brasil, Francesco Azzarello, pretende reunir esforços para criar uma câmara de comércio italiana no Espírito Santo, a fim de estreitar os laços comerciais entre italianos e capixabas. A reportagem é de Maíra Mendonça, do g1 ES.

A proposta surgiu durante a primeira visita oficial do embaixador ao Espírito Santo, nesta terça-feira (15). Acompanhado do cônsul geral Rio de Janeiro, Paolo Miraglia, e do cônsul honorário da Itália no estado, Roger Gaggiato ( Cônsul Honorário da Itália no ES), Francesco se reuniu com o governador Renato Casagrande (PSB), com quem discutiu a proposta de criação da câmara.

No entanto, segundo ele, ainda não há mais detalhes sobre o projeto, que será desenvolvido a partir de agora.

“A ideia de criar uma câmara de comércio italiana no Espírito Santo é importante porque vai criar um grupo de empreendedores, de industriais, de comerciantes, estável, que pode fortalecer o relacionamento bilateral (entre o estado e a Itália)”, afirmou o embaixador.

Embora ainda não seja possível falar sobre prazos, ele acredita que o projeto não demorará a sair do papel. “É uma ideia que se concretizou hoje (nesta terça), não creio que leve muito tempo. Quando for organizada aqui, vamos enviar todos os papeis a Itália para aprovação.

O governador Renato Casagrande também comentou sobre a ideia. “Trabalharemos juntos para articular empreendedores capixabas para se relacionarem com mais intensidade e proximidade com empreendedores italianos com o objetivo de ampliar atividades econômicas no estado e dos capixabas na Itália”, declarou ao g1.

Outra possibilidade é a criação de um centro cultural italiano, a ser instalada em Vitória. Essa articulação foi feita entre o embaixador e o prefeito da capital, Lorenzo Pazolini (Republicanos). A ideia é que tanto a câmara de comércio quanto o centro cultural fiquem em um mesmo imóvel.

“A cidade de Vitória pode dar um imóvel, onde pode ser colocado um centro linguístico-cultural italiano e poderemos colocar também a câmara de comércio. A ideia é ter cursos de língua, cultura. Se tivermos uma câmera de comércio, podemos ter cursos de língua especializados em linguagem comercial”, explicou o embaixador.

Por nota, a Prefeitura de Vitória disse que o assunto será estudado. “Visando estreitar ainda mais os laços entre Itália e Brasil, foram iniciados estudos para a disponibilização de um imóvel para a construção de um espaço destinado à cultura, arte, gastronomia e intercâmbio das línguas italiana e portuguesa”, informou a administração.

Desde novembro de 2020, funciona em Vitória um escritório consular da Itália, por meio do qual descendentes de italianos podem emitir o passaporte. No entanto, para obter a cidadania italiana, ainda é necessário ir até o consulado-geral do Rio de Janeiro.

De acordo com o embaixador-geral da Itália, ainda não há previsão para a instalação de um consulado-geral em terras capixabas, o que permitiria que a cidadania pudesse ser obtida no próprio estado, em razão de questões jurídicas e burocráticas.

“São termos burocráticos, jurídicos, mas vamos pressionar Roma para chegar um resultado futuro”, disse o embaixador.

No entanto, Francesco pontua que a ideia é ampliar cada vez mais os serviços que são ofertados no estado pelo escritório já existente.

Ainda segundo ele, tendo em vista que muitos serviços foram paralisados ou atrasados em razão da pandemia, os representantes da Itália no Brasil, pretendem unir esforços para que os serviços sejam agilizados a partir de agora.

Francesco Azzarello, embaixador geral da Itália no Brasil, fez sua primeira visita oficial ao ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Francesco Azzarello, embaixador geral da Itália no Brasil, fez sua primeira visita oficial ao ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O consul honorário da Itália no ES, Roger Gaggiato; o embaixador geral da Itália, Francesco Azzarello, e o cônsul geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia — Foto: Carlos Alberto Silva/Rede Gazeta

O consul honorário da Itália no ES, Roger Gaggiato; o embaixador geral da Itália, Francesco Azzarello, e o cônsul geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia — Foto: Carlos Alberto Silva/Rede Gazeta

Leia também

Servidores continuam com trabalho intenso de limpeza em Barra de São Francisco

Servidores da secretaria de Limpeza e Serviços da prefeitura de Barra de São Francisco, estão em ação nesta...

Após doação, mãe de Nova Venécia reencontra filha depois de 53 anos

  Foram mais de cinco décadas sem nenhum contato, até que veio a descoberta e, a moradora do bairro...

Juiz impõe restrições e manda soltar homem que agrediu filha e esposa em Vila Pavão

A Justiça mandou soltar e impôs uma série de restrições ao homem de 51 anos que arrastou a...

Vacinação prioritária

Olá, gente! Fabi Costa para mais um espisódio do podcast Onde tem SUS, tem Vacina! E o tema de hoje é...

Francisquense Arlinda Rosa de Jesus comemora 100 anos de idade

https://ocontestado.com/wp-content/uploads/2022/07/VID-20220703-WA0017.mp4 Neste domingo, dia 03 de julho de 2022, a equipe do cerimonial LUGAR DE FESTA de Barra de...

Bueiro é construído no Rio do Campo; agora são 80 em um ano e seis meses de gestão

A secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, com seus servidores construíram mais...

Ruas do bairro Cruzeiro sendo preparadas para receberem pavimentação

Máquinas da secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, juntamente com servidores da...