Em uma semana, Espírito Santo registra 12 novas mortes por Covid-19 entre idosos de asilos e abrigos, diz MP

O acompanhamento feito pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES) em instituições de longa permanência como asilos e abrigos indica que 153 idosos já foram contaminados pelo novo coronavírus no estado.

Desse total, 35 morreram por causa da doença. Os dados foram coletados até 19 de junho e divulgados nesta quarta-feira (24).

No último levantamento, divulgado no dia 16, eram 120 idosos contaminados e 23 óbitos. Isso significa que, em uma semana, foram registradas 12 novas mortes de idosos por Covid-19.

Os novos óbitos estão distribuídos nos municípios de Alegre (2), Colatina (1), Marechal Floriano (1), Piúma (1), Serra (2) e Vila Velha (5).

Entre os trabalhadores das instituições, são 144 casos de coronavírus até o momento.

Crescimento

Vila Velha apresentou 11 novos casos confirmados de Covid-19 de idosos residentes, um aumento 27,5%, e 8 de funcionários, ou 17,39% de aumento.

O total de óbitos de idosos residentes nas instituições cresceu 125% e passou de 4 para 9 óbitos.

Vitória teve 2 novos casos de residentes contaminados e 6 novos casos de funcionários com o novo coronavírus.

Os municípios de Alegre, Marechal Floriano e Piúma registraram, pela primeira vez, casos confirmados de Covid-19, desde o início da pandemia, cada um apresentando números significativos de casos. Além disso, Colatina apresentou o primeiro óbito.

Gráfico mostra aumento no número de casos e mortes entre idosos — Foto: Divulgação/ MPES

Atuação do MP

Imediatamente após receber as informações das ILPIs, o MPES aciona as Secretarias de Saúde e de Assistência Social, tanto a Estadual quanto as municipais, para que adotem as medidas necessárias.

Paralelo a isso, o MP exige a apresentação de um Plano de Contingência de cada ILPI, de forma que as medidas preventivas sejam adotadas para minimizar os riscos das pessoas vulneráveis.

O Ministério Público Estadual tem feito esforços para que todas as instituições sejam abastecidas com os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários, bem como para que os funcionários sejam capacitados para enfrentar a pandemia.

Tem requisitado, ainda, que os municípios adotem providências alternativas à institucionalização de novos idosos nas ILPIs já em funcionamento, uma vez que um novo acolhimento pode representar risco para os idosos já residentes.

 

Leia mais

Espírito Santo chega a 2.082 mortes e 65.213 casos confirmados de Covid-19

Na comparação com os dados divulgados nesta segunda-feira (13), o aumento é de 42 mortes e 1.332 novos casos da doença. Mais de 43...

Municípios de SC vão receber R$ 171 milhões de emendas impositivas dos deputados estaduais

Até o mês de dezembro, o governo de Santa Catarina vai repassar aos municípios R$ 171 milhões em emendas impositivas. No total, são 957...

Exército e Marinha vão ajudar no combate à disseminação do coronavírus no Espírito Santo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, liderou...

Ministério da Infraestrutura certifica pontos de parada e descanso de caminhoneiros

O Ministério da Infraestrutura certificou mais nove postos de combustível como pontos de parada e descanso de caminhoneiros, os chamados “PPDs”. Em março, 12...

Leia também

Cadeirante faz ação entre amigos para manutenção de sua handbike

» #AJUDE: A handbike é o que auxilia a Penha Justiniano em seu tratamento ...

Cantor de pagode pede desculpas após participar de evento que gerou aglomeração

O cantor Tiee se pronunciou após participar do...

Governo inaugura mais de R$ 10 milhões em obras conquistadas por Enivaldo

Por causa da pandemia da Covid-19, não pode...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo predominantemente quente e seco, mas a chuva volta em Mato Grosso do Sul, nesta...

O tempo muda finalmente em parte da região Centro-Oeste do país nesta quarta-feira (12). Um corredor de umidade da Amazônia leva ar úmido para...