Em Uberlândia, Governo Federal inaugura Complexo Produtor de Água Deputado Luiz Humberto Carneiro

No aniversário de 133 anos de Uberlândia (MG), o Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), inaugurou nesta terça-feira (31) o Complexo Produtor de Água Deputado Luiz Humberto Carneiro – Sistema Capim Branco. O evento contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Rogério Marinho.

Executada pela Prefeitura de Uberlândia, a obra recebeu investimentos de R$ 332,7 milhões por meio do Programa Avançar Cidades-Saneamento, do MDR. É considerada uma das maiores do País financiada com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) – R$ 287,9 milhões de empréstimo por meio da CAIXA e R$ 44,7 milhões de contrapartida do município.

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro reforçou o compromisso da atual gestão em prestar serviço à população. “Durante esses dois anos e oito meses de mandato, conseguimos fazer mais com menos. Conseguimos mostrar para todos que é possível e, aos poucos, vamos vencendo os obstáculos”, ressaltou.

O sistema vai reforçar o abastecimento de água tratada na cidade mineira, levando água tratada a 1,5 milhão de pessoas na primeira etapa e a 3 milhões de habitantes até 2060. A Estação de Tratamento de Água (ETA) começa a operar com sua capacidade total (2 mil litros por segundo), transportando água até o Centro de Reservação do Bairro Custódio Pereira e, de lá, distribuindo para outros bairros da cidade.

O ministro Rogério Marinho ressaltou que esta inauguração exemplifica os benefícios trazidos pelo novo Marco Legal do Saneamento. “O novo Marco Legal permitiu, em apenas um ano, termos um resultado superlativo. Porque estados, municípios e o Governo Federal, juntos, tinham a capacidade de aportar, com recursos onerosos e não onerosos, acerca de R$ 7 bilhões por ano. Mas em um ano apenas, isso já aumentou em dez vezes. Nós já temos hoje R$ 70 bilhões em investimentos”, afirmou. “E daqui para 2033 mais de R$ 750 bilhões serão aportados em favor do tratamento da água, do esgoto e da destinação adequada do resíduo sólido em todo o país”, completou.

A ETA está em pré-operação desde setembro de 2020. Desde então, foram realizados testes em todas as áreas, como parte elétrica, mecânica, automação química e estanqueidade das estruturas civis. Além disso, os sistemas de motobombas da captação de água bruta e da elevatória de água tratada também foram observados, dando início ao tratamento e produção de água.

Marcos Antônio Pereira é produtor rural na região e acredita que o novo sistema de captação traz benefícios à população local. “Essa iniciativa é fantástica porque vai habilitar Uberlândia a continuar sendo essa cidade progressista. Somos destaque na qualidade de vida, mas agora essa estação prepara a cidade para desafios futuros. Esses investimentos tiveram um impacto social muito relevante, como a melhoria ao acesso às propriedades, a condição de trabalho dos funcionários da atividade rural, por exemplo. Além disso, houve um trabalho social muito grande em torno dessa obra ”, disse.

O sistema inaugurado nesta terá-feira (31) vai reforçar o abastecimento de água tratada em Uberlândia, levando água tratada a 1,5 milhão de pessoas na primeira etapa e a 3 milhões de habitantes até 2060 (Foto: Dênio Simões/MDR)O sistema inaugurado nesta terá-feira (31) vai reforçar o abastecimento de água tratada em Uberlândia, levando água tratada a 1,5 milhão de pessoas na primeira etapa e a 3 milhões de habitantes até 2060 (Foto: Dênio Simões/MDR)