Em nove meses, Espírito Santo supera número de empresas abertas em 2020

Compartilhe

Bastaram nove meses de 2021 para o Espírito Santo superar o total de empresas abertas em 2020. Segundo levantamento da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees), em 2021, foram abertos 14.210 novos negócios, ao passo que durante todo o ano de 2020 foram registradas 13.997 novas empresas.

Se a comparação for feita utilizando dados do mesmo período (janeiro a setembro) a diferença fica ainda maior: 14.210 contra 8.387 – um aumento de quase 70%. Do total de empresas abertas em 2021, 1.632 foram em setembro, sendo 278 em Vitória, 261 em Vila Velha, 194 na Serra e 99 em Cariacica.

Cachoeiro de Itapemirim (87), Linhares (74), Colatina (70), Guarapari (60), Aracruz (40) e São Mateus (30) completam a lista dos dez municípios com mais empresas abertas em setembro. Já os três setores que mais abriram empresas no mês são comércio varejista (363), comércio atacadista (161) e atividades de atenção à saúde humana (160).

Melhor tempo

A Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees) registrou, em setembro, o melhor tempo médio na abertura de novas empresas. De acordo com a Rede Sim, do Governo Federal, no Espírito Santo as novas empresas foram abertas, em média, em 1 dia e 6 horas.

O dado é divulgado mensalmente pela Rede Sim e esta foi a segunda vez em que o Espírito Santo registrou o melhor tempo. A primeira vez havia sido em abril, com média de 1 dia e 11 horas.

“Não é de hoje que somos referência nessa avaliação. Ainda que seja a segunda vez que registramos o melhor tempo, estamos sempre nas primeiras colocações deste ranking nacional. Isso é o resultado do trabalho diário e constante da Junta Comercial do Espírito Santo, que busca entregar à sociedade um ambiente de negócios mais atrativo para o empreendedorismo”, disse o presidente da Junta Comercial do Espírito Santo, Carlos Roberto Rafael.

“Recentemente, foi feita uma publicação que utilizou dados incorretos sobre o Espírito Santo. Por essa publicação, aparecemos como um dos Estados mais burocráticos na abertura de empresas. Como podemos ser burocráticos quando temos o melhor tempo no registro de empresas? Mas é claro que seguiremos trabalhando para reduzir ainda mais o tempo gasto pelo empreendedor capixaba na hora de iniciar um novo negócio”, pontuou Rafael.

 

Leia também

Barra de São Francisco recebe mais um cortador de grama, 100 colchonetes e 50 bastões

A prefeitura de Barra de São Francisco, conseguiu junto a SESPORTE (Secretaria de Estado de Esportes), do governo...

Notícia FM entrevista Casagrande nesta quarta-feira (06)

  O governador, Renato Casagrande (PSB), vai participar, ao vivo, do programa Norte Notícias desta quarta-feira (06). O noticiário da...

Gerdau terá projeto com Embratel em Ouro Branco

A Gerdau e a Embratel assinaram acordo para implementar uma rede privativa dedicada 5G e LTE 4G na...

Dança das escolas abrilhanta o segundo dia da Festa de São Pedro, no centro da cidade

  A apresentação de danças das escolas municipais e das quadrilhas da Escola Municipal de Ensino Fundamental Vicente Amaro...

Apostas feitas em Barra de São Francisco, Colatina e Nova Venécia fazem a quina da Mega-Sena; veja o prêmio

O concurso 2.497 da Mega-Sena foi realizado na noite de sábado (2), no Espaço da Sorte, em São...

Empresa de tecnologia catarinense busca 50 técnicos de informática no Espírito Santo

A GovernarTI, empresa de tecnologia e segurança eletrônica de Blumenau (SC), está buscando expandir seus negócios no Espírito...

‘Vai contra tudo o que prego’, diz Bruno Gagliasso sobre briga com irmão

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A briga entre os irmãos Gagliasso foi um dos temas do primeiro episódio...