Em nova reunião com autoridades, manifestantes colombianos pedem fim da violência


Após 20 dias de protestos, o governo colombiano aceitou analisar as exigências dos manifestantes que tomam as ruas do país. 

Após reunião com líderes estudantis, o conselheiro presidencial Miguel Ceballos afirmou ter recebido um documento com pedidos “que devem ser avaliados pelo governo”. Esse é o segundo encontro de manifestantes com autoridades. 

“Entendemos e valorizamos as propostas da Comissão de Greve, no sentido de não iniciar essa mesa de negociação, a pedido da comissão, até que elas sejam analisadas e cheguemos às condições que eles reclamam”, disse Ceballos. 

Os manifestantes exigem o “fim da violência” contra eles, que o presidente Ivan Duque condene “de forma explícita e contundente os abusos das forças de segurança” e reconheça sua “responsabilidade” pela violência, que, segundo a Defensoria do Povo, já deixou 42 mortos e 1.600 feridos.

Com informações do Globo.

(Foto: Luisa Gonzalez/Reuters)

Leia mais

Leia também