Em maior movimentação desde a Guerra das Malvinas, Reino Unido envia porta-aviões a Japão e Coreia do Sul


O porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth irá fazer sua viagem operacional de estreia liderando uma flotilha da Marinha Real pelos mares asiáticos, atravessando o Mar do Sul da China e indo a Japão, Coreia do Sul, Cingapura e Índia, no maior deslocamento do tipo desde a Guerra das Malvinas, em 1982.

A expedição busca fortalecer laços de segurança com países do leste asiático e vem em meio à tensão na região. O Japão vem estreitando a relação com os Estados Unidos na defesa de Taiwan e as Filipinas vêm ameaçando ação militar, em movimentações vistas pela China como provocações e atos de contestação de sua soberania. A Austrália alertou para a possibilidade de conflito na região. 

O HMS Queen Elizabeth será acompanhado de uma flotilha holandesa e navios estadunidenses. Japão, Austrália, Canadá, Nova Zelândia, França, Emirados Árabes Unidos, Dinamarca, Grécia, Itália, Turquia, Israel, Índia, Omã e Coreia do Sul realizarão exercícios na região. 

Com informações da Al Jazeera.

Leia mais

Leia também