Em busca do vice perfeito

As movimentações políticas não param em Barra de São Francisco. Com a eleição municipal marcada para novembro, os candidatos correm para conseguir formar um grupo.

A maioria dos partidos já tem seus candidatos a vereador e alguns já definiram seus candidatos a prefeito, mas poucos já definiram quem será o candidato a vice.

O policial Marcelo Firmino, que sonha em ser prefeito, está se reunindo com partidos na busca de um ‘vice perfeito’. A maior dificuldade é que o grupo que o apoia não aceita ‘qualquer um’. Veja aqui

Ele já teria tentado até o prefeito Alencar Marim (Podemos), mas recebeu não como resposta. A preferência dele é pelo MDB, que tem dinheiro sobrando pra colar na campanha dele, mas até o momento não bateram o martelo.

Um empresário do ramo do granito está entre os mais cotados para ser vice do policial, mas o grupo quer saber se ele é o “vice perfeito”.

Veja mais no SiteBarra360

Leia mais

BOLETIM SALA DE SITUAÇÃO – 25/04/2020

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou uma nova reunião da Sala de Situação de Emergência...

A importância do pediatra na vida das crianças

Logo depois do nascimento de uma criança, o pediatra já realiza alguns exames no bebê para checar a saúde do recém-nascido. Esse é só...

Mulher fica ferida em acidente entre moto e carro na Rodovia do Café

Uma mulher ficou ferida após uma colisão entre uma motocicleta e um veículo de passeio, na tarde desta quinta-feira, dia 23, na Rodovia do...

ENTRANCIA UNICA E AS REMOÇÕES REGRESSIVAS

Analisando o texto da lei que modificou a estrutura do MPES, com a implementação da entrância única,  promotor de justiça poderá se removerpara qualquer comarca, ficando a regra quanto a antigüidade da seguinte maneira: “Art. 2o Na formação da lista de antigüidade, para fins de implementação da unificação de entrância, será considerado o critério de antigüidade da entrância extinta, de forma que o membro mais novoda entrância superior seja considerado mais antigo que todos os membros da entrância inferior.” Não achei justa a solução dada porque segundo o regramento substituído existiam duas formas de contar a antigüidade: a antigüidade absoluta, que levava em conta a data em que o membro ingressou no MPES e a antigüidade na classe – na entrância. Como a entrância passou a ser única, o mais justo seria levar em conta a antigüidade absoluta, ou seja:...

Leia também

Deputados aprovam projeto que autoriza o uso da cloroquina no Espírito Santo

Foi aprovada nesta segunda-feira (10), por unanimidade, em...

Ministério Público constata 748 casos de Coronavírus em asilos e abrigos para idosos no Espírito Santo

As instituições de longa permanência de idosos no Espírito Santo apresentaram um total de 748 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o relatório...

Rússia anuncia primeira vacina contra o coronavírus

O presidente Vladimir Putin anunciou nesta terça-feira (11)...

Motociclista fica ferido após sofrer acidente no bairro São Francisco, em Nova Venécia

Um motociclista ficou ferido após bater na traseira...