Eleição para secretário: regras somente depois da posse do prefeito

O prefeito eleito Enivaldo dos Anjos (PSD) confirmou que o edital de convocação e com as regras para a eleição da lista tríplice, da qual será escolhido o secretário municipal de Educação, somente será publicado depois da sua posse, que ocorrerá em solenidade restrita aos eleitos, na Câmara Municipal, que também dará posse aos vereadores e escolherá seu novo presidente na próxima sexta-feira (dia 1º).

Nas redes sociais está correndo uma lista com supostos nomes de candidatos e pedindo votos, mas essa publicação é FAKE NEWS. “A eleição será subordinada a um edital, que será publicado entre os dias 2 e 3 de janeiro, com regras, prazos, qualificação dos candidatos e definição do colégio eleitoral. Qualquer coisa diferente disso é falsa”, disse Enivaldo dos Anjos.

No início do mês, o futuro prefeito anunciou a escolha do seu secretário de Educação a partir de uma lista tríplice com os três candidatos mais votados na eleição direta que a administração vai promover, entre as 32 escolas municipais. A intenção é que os candidatos se inscrevam até o dia 7 e a eleição se dê no dia 15 de janeiro.

“O mandato será de um ano, podendo ser renovado durante os quatro anos de nossa administração. Essa primeira eleição será feita apenas pelos profissionais efetivos da pasta da Educação, mas na primeira reeleição já terá a participação dos votos dos pais de alunos. Os pais terão um ano para organizar as suas respectivas associações em cada uma das 32 escolas e nossa ideia é que já para a reeleição do secretário cada escola terá um voto do representante dos pais de alunos”, disse Enivaldo.

Segundo o futuro prefeito, o secretário de Educação, escolhido por voto direto, terá total autonomia para conduzir a pasta, desde que cumpra as metas definidas pela administração. “Se não cumprir, faremos as intervenções necessárias para ajuste de rumo, mas nossa intenção é que a educação siga o seu caminho, pois ninguém melhor do que os profissionais da área para definir os detalhes disso”, acentuou.

Leia mais

Leia também