Economia do país tem sinais de melhoras, mas a previsão do PIB continua negativa, avalia IFI

Segundo a Instituição Fiscal Independente (IFI), a economia brasileira começa a se recuperar da crise do novo coronavírus. A previsão de queda no PIB no segundo trimestre passou de -10,6% para -8,8%. A menor previsão de queda deve-se a uma melhora no índice de crescimento industrial, que foi de 8,9% entre maio e junho, e de serviços, que foi de 5%.

Segundo o relatório, apesar da tendência de recuperação, o cenário ainda é de incerteza, principalmente pela piora nas condições do mercado de trabalho e pela dúvida sobre como a economia vai reagir ao fim de estímulos criados durante a pandemia.

De acordo com os cálculos da IFI, o combate ao covid-19 vai continuar pressionando as contas públicas. Isso porque houve aumento de 40,3% nas despesas primárias nos primeiros seis meses de 2020.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Leia mais

Leia também