Economia da China volta a crescer; PIB apresenta alta de 3,2% no segundo trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 3,2% ano a ano no segundo trimestre, informou o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE).

No primeiro semestre, o PIB ficou em 45,66 trilhões de yuans (US$ 6,53 trilhões), uma queda anual de 1,6% em meio ao impacto da Covid-19.

A produção da indústria primária cresceu 0,9% em termos anuais, enquanto o setor de serviços e a indústria secundária tiveram quedas de 1,6% e 1,9%, respectivamente.

A agência Xinhua informa que a economia chinesa superou gradualmente o impacto adverso da epidemia no primeiro semestre e demonstrou um impulso de recuperação gradual, manifestando ainda mais sua resiliência e vitalidade no desenvolvimento, disse o DNE.

A produção industrial de valor agregado da China, um importante indicador econômico, subiu 4,4% ano a ano no 2º trimestre, pois as fábricas intensificaram a produção em meio ao controle da Covid-19.

O investimento em desenvolvimento imobiliário aumentou 1,9% ano a ano no 1º semestre, após o declínio de 7,7% de janeiro a março.

O índice de produção de serviços da China aumentou 2,3% anualmente em junho, quando as atividades econômicas continuavam a se recuperar.

As vendas no varejo, um indicador de consumo, caíram 3,9% em termos anuais no 2º trimestre. O investimento em ativos fixos caiu 3,1% ano a ano no 1º semestre, diminuindo em relação ao declínio de 6,3% nos primeiros cinco meses.

Os dados de quinta-feira mostraram que o mercado de trabalho da China melhorou ligeiramente em junho, com a taxa de desemprego pesquisado nas áreas urbanas ficando em 5,7%, ou seja, 0,2 ponto percentual menor em relação ao mês anterior.

A porta-voz do DNE, Liu Aihua, disse que não foi fácil para a China conter a epidemia em pouco tempo e reverter uma crise econômica.

Diante da contínua propagação global do vírus, do crescente impacto da pandemia na economia global e dos riscos e desafios externos visivelmente aumentando, a recuperação econômica da China ainda está sob pressão, disse Liu em uma coletiva de imprensa.

Liu previu que a economia da China continuará se recuperando no segundo semestre do ano, impulsionada pela recuperação econômica constante no 1º semestre, pelo rápido crescimento de novas indústrias e modelos de negócios, bem como pelo forte apoio das macropolíticas.

 

Leia mais

Portaria libera retorno das atividades no CT Jayme Navarro de Carvalho

O Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), vai retomar suas atividades regulares a partir da próxima...

Comércios de 72 municípios capixabas voltam a funcionar em horário especial e com regras

Os comércios de 72 municípios do Espírito Santo...

Jorginho Sanfona de Prata completa mais um ano de vida neste sábado (28), ele mora em Água Doce do Norte

Jorginho Sanfona de Prata Um dos maiores sanfoneiros da...

Alimentação: tendência de consumo em tempos de pandemia

Será que a alimentação das pessoas mudou por causa da pandemia? E a produção de alimentos,...

Leia também

Bandidos trocam tiros com a polícia em Nova Venécia

Uma equipe da Força Tática do 2º Batalhão realizava patrulhamento tático no bairro Altoé  em Nova Venécia na tarde da última segunda-feira (21), quando...

Espírito Santo chega a 3.452 mortes e 116.537 curados em 126.606 casos de Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até esta quarta-feira (23), 3.452 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 126.606. O índice de letalidade...

Propaganda eleitoral para candidatos municipais começa dia 27 de setembro

Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adia eleições municipais para 15 (1º turno) e 29 de novembro (2º turno), ficou...