Dois novos nomes compõem diretoria do Bandes a partir desta terça-feira (13)

 

Dois novos nomes chegam para completar a diretoria do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes): os economistas Cláudio Saade e Sávio Bertochi Caçador. Saade assume a diretoria Operacional, enquanto Caçador passará a atuar como diretor de Administração e Finanças do banco capixaba.

Os dois se juntam ao diretor-presidente Munir Abud de Oliveira e ao diretor de Negócios, Marcos Kneip Navarro, já na equipe. Cláudio Roberto Saade é graduado em Ciências Econômicas e tem especializações nas áreas de Logística e Análise de Sistemas, além de mestrado em Economia Aplicada na instituição The American University, nos Estados Unidos. Saade também atuou como diretor de Gás Canalizado e Energia na Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP). A diretoria Operacional está centrada na análise da qualidade dos projetos, análise de crédito e acompanhamento dos projetos de financiamento.

“O Espírito Santo é diferenciado nacionalmente. Pretendo atuar mais perto da equipe do Governo, fazer um bom aproveitamento dos recursos do Bandes por meio de estímulos à criação de parcerias público-privadas nas áreas de mobilidade, sustentabilidade e inovação. Além de uma maior aproximação em projetos que possam beneficiar a sociedade capixaba”, declarou Saade.

Sávio Bertochi Caçador, mestre em Economia, é empregado do banco capixaba desde 2010, e já atuou nas áreas de Planejamento e Comercial. Assume a diretoria de Administração e Finanças, que abarca Contabilidade, Recuperação de Crédito e Gestão de Pessoas.

“É com muito entusiasmo que encaro o desafio de liderar a Diretoria de Administração e Finanças do Bandes. Tenho conversado com a equipe e vamos desenvolver projetos nos próximos anos, que possibilitarão ao banco avançar em temas relevantes como captação de recursos, gestão de pessoas, gestão de cobrança e transformação digital. A palavra-chave dessa gestão é cooperação”, enfatizou Bertochi Caçador.

Texto: Nayne Oliveira


Leia mais

Leia também