Direita Nova Venécia adere à manifestação de 7 de Setembro

O Grupo Direita Nova Venécia está aderindo à manifestação nacional de 7 de setembro. Segundo Michel Valentim, um dos organizadores do movimento, o início está previsto para às 9h com a saída nas proximidades da antiga escola Pequeno Mundo, na saída para São Gabriel da Palha.

A previsão dos organizadores é de que haja grande participação popular. “Estamos muito otimistas. Temos recebido ligações de muitas pessoas se mostrando interessadas em aderir ao movimento pela liberdade de expressão. Alguns ministros precisam reavaliar suas decisões. Não podemos mais suportar o que andam fazendo. Ninguém pode cessar o direito de expressão. A ditadura já acabou há vários anos”, destacou Michel Valentim para a Rede Notícia.

A integrante do Grupo a nível nacional, o B 38, Sol Righeth, também está otimista com o movimento. “Estamos em defesa do presidente Bolsonaro. Temos convicção que milhares de brasileiros sairão às ruas para mostrar seu descontentamento com as decisões que estão sendo adotadas no Supremo Tribunal Federal, notadamente por dois ministros. Estaremos defendendo, também, a contagem pública total de votos, destacou Sol Righeth.

A coordenadora do Grupo B 38 na região noroeste, lembrou que a concentração do movimento será nas imediações da escola Pequeno Mundo, no bairro São Cristóvão, e de lá, seguirá por várias ruas da cidade e que o encerramento está previsto para acontecer nas imediações da Câmara de Vereadores.

» Michel Valentim, Edgar Fonseca e Antônio Emílio fazem parte do Direita Nova Venécia. Já Sol RighetH é coordenadora do Grupo Nacional B 38 na região Noroeste