Dietas com restrição podem contar com produtos da agricultura familiar

Os alimentos cultivados pelas famílias rurais do Espírito Santo são ingredientes versáteis, que podem ser utilizados tanto pelas pessoas que podem comer de tudo quanto por aquelas que possuem alguma restrição alimentar. E para contribuir com o intercâmbio de informações sobre produção e consumo de alimentos saudáveis, o Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) disponibiliza suas redes sociais para o compartilhamento de receitas de família, especialmente neste período em que ficar em casa é tão importante.

Angélica Carvalhais, economista doméstico do Incaper, compartilha uma receita que tem a biomassa de banana verde como principal ingrediente. “A biomassa da banana pode ser servida em substituição ao glúten, e ela pode originar várias outras receitas, como bolos, salgados, pães, produção de farinhas…”, lembra.

Versátil, a banana pode ser consumida in natura ou utilizada como ingredientes em diversos preparos. A bananeira é a fruteira de maior importância econômica e social do Espírito Santo. Muitas famílias rurais capixabas optaram pelo cultivo de bananas para diversificar a produção. E o consumo é tão grande que a banana já foi apontada como sendo a fruta mais consumida no estado.

“A banana tem muita fibra, ajuda no trânsito intestinal. O potássio contribui no processo de contração muscular, ela tem vários elementos, vitaminas, e é muito recomendada para quem sofre com depressão, problemas pulmonares e de pressão arterial, por exemplo”, acrescentou a extensionista do Incaper.

A banana também é utilizada em muitas receitas que Cristiana Barbosa prepara para a filha Analice, de 5 anos. E para dar uma cor mais atrativa aos alimentos, ela adiciona outras frutas, como morango, laranja e abacate. “Minha filha tem alergia a corantes e conservantes, então eu busco alimentos que não tenham estes ingredientes”, explica a economista doméstico do Incaper. Barbosa também compartilhou uma receita que pode ser preparada por quem come de tudo, ou adaptada às restrições de quem possui intolerância à lactose.

Angélica Carvalhais ensina a preparar a biomassa de banana verde e uma coxinha de biomassa. As receitas foram apresentadas na 87° Semana do Fazendeiro, realizada pela Universidade Federal de Viçosa. “Compartilhar algo saudável é disseminar boas energias para o mundo. É oferecer a si mesmo e aos outros a possibilidade de uma nutrição melhor, e isso implica em saúde melhor, bem-estar físico, emocional, psíquico, entre outros”, diz a extensionista.

Biomassa de banana verde

Lavar bem as bananas verdes com o auxilio de uma bucha (sem sabão) ou escova. Colocar as bananas verdes (com casca) em uma panela de pressão com água fervente, em quantidade suficiente para cobrir as bananas.

Assim que pegar pressão (começar a chiar), marcar 10 minutos e então desligar a chama ou retirar a panela do fogo com cuidado. Deixe a pressão sair naturalmente o que leva, aproximadamente 10 minutos. Esta etapa é importante para finalizar o cozimento e economizar gás, lenha ou eletricidade, dependendo do tipo de fogão utilizado.

Após a saída completa do vapor, retirar as bananas e descartar a água. Descascar e amassar a polpa ainda quente ou passar no multiprocessador. Não é recomendável o uso de liquidificadores pois a massa é muito pesada e pode queimar o equipamento.

Coxinha de biomassa de banana

Ingredientes para a massa da coxinha:
– 1 xícara biomassa
– 1 xícara caldo de frango
– 1 xícara farinha de arroz
– 1 colher (sopa) polvilho azedo
– ½ colher (chá) sal
– 1 colher (sopa) óleo de soja

Ingredientes para o recheio:
– 2 peitos de frango (pequenos) desfiados
– 1 colher (chá) sal
– 1 colher (chá) orégano
– 1 colher (sopa) salsa

Modo de preparo:
Colocar o peito de frango para cozinhar com orégano e sal. Após cozido, adicionar em uma panela o óleo, o caldo do frango que foi cozido, o sal, a biomassa e a farinha de arroz, e levar ao fogo. Mexer bastante para não empelotar e deixar cozinhando até o ponto de  angu (aproximadamente 8 minutos). Depois da massa pronta, polvilhar uma bancada com polvilho azedo e amassar bastante por 3 minutos. Enrolar as coxinhas com a massa ainda quente, recheando-as com peito de frango desfiado. Fritar ou assar, e servir.

Sorvete de banana

Ingredientes:
3 bananas nanicas bem maduras congeladas
10 colheres (sopa) cheias de leite em pó

Modo de preparo:
Bater bem no mix ou no liquidificador. Servir gelado
– Dicas: Se for bater no liquidificador, tem que esperar que as bananas comecem a descongelar e ir batendo aos poucos. Isso é porque a massa fica pesada para liquidificador doméstico. Para dietas restritivas ao leite e/ou à lactose, o leite em pó pode ser substituído por inhame cozido ou cru.

 

Texto: Juliana Esteves

Leia mais

Incaper adota medidas para ajudar a reduzir disseminação do novo coronavírus

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) adotou uma série de providências...

Cliente agora tem isenção na tarifa para abertura de crédito pelo Pronampe

Foi anunciada nessa semana (6) a isenção da cobrança de Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) para a linha de crédito do Programa de...

Sicoob ES reduz taxa de juros e disponibiliza mais de R$ 3 bilhões para prorrogação e renegociação de dívidas

As pessoas físicas, empresas, profissionais liberais e autônomos,...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Região Nordeste do País tem pancadas de chuvas isoladas nesta quarta-feira (14)

A previsão do tempo para esta quarta-feira (14) no Nordeste do País é de pancadas de chuva rápidas e isoladas do litoral sul baiano...

Leia também

Mais de 4 mil municípios recebem R$ 1,5 bilhão para investir na cultura

Até junho de 2019, 75% dos municípios, ou 4775 cidades brasileiras, completaram 12 anos sem recursos do Governo Federal para políticas públicas na área...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Plano Novo Normal Paraíba mostra aumento de transmissão da Covid-19 no estado

A 13ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba revela que houve aumento na taxa de transmissão da Covid-19 nos últimos 15 dias. A avaliação...

Número de empregados na agricultura fica normalizado

Após o primeiro impacto causado na economia e no mercado de trabalho devido à pandemia do novo coronavírus, o número de empregado no setor...