Diarista que devolveu dinheiro encontrado por filho no Espírito Santo morre após infartar

A diarista Marta Sousa, que devolveu R$ 700 que estavam em uma mochila encontrada pelo filho de cinco anos no Balneário Ponta da Fruta, em Vila Velha, na Grande Vitória, morreu neste domingo (30) depois de infartar.

O menino achou a mochila com R$ 700 em abril. Depois dela publicar a história das redes sociais, o homem que tinha perdido o dinheiro de uma rescisão foi encontrado. Ele tinha acabado de ser demitido pela empresa em que trabalhava.

Marta de Sousa, mulher que devolveu dinheiro encontrado por filho, morreu em Vila Velha

Na época, a mulher contou que, por causa da pandemia, foi dispensada pela maioria das casas em que trabalhava e a renda dela diminuiu de R$ 2 mil para R$ 600.

“Eu estou sem trabalhar. Não estou passando dificuldade porque estou recebendo ajuda, mas e família dele? Aqui em casa todo mundo é consciente sobre fazer o certo”, contou a diarista.

Marta revelou ainda que pouco tempo antes da mochila ser encontrada ela tinha sonhado que o filho encontrava dinheiro.

“Sonhei que eu estava limpando e ele chegava com uma mochila cheia de bombom. Eu comia um e ele me mostrava que tinha um monte de nota de R$ 100 na mochila”, disse.

A ação da mulher de devolver o dinheiro mobilizou voluntários para reformarem a casa dela. Ela vivia com três dos cinco filhos em um cômodo inacabado e sem banheiro. Quando a família precisava usar o banheiro, ia até a casa da mãe de Marta, que ficava no mesmo quintal.

A obra feita pelos voluntários, que incluiu um banheiro para a família, foi finalizada neste sábado (29). A mulher será velada e sepultada nesta segunda-feira (31).

Voluntários concluíram reforma de casa um dia antes mulher falecer

Leia mais

Leia também