Diário Oficial completa 130 anos com lançamento de novo Caderno

Compartilhe

Neste sábado, dia 23 de maio, o Diário Oficial do Espírito Santo completará 130 anos de história. E a celebração será marcada pelo lançamento de um novo produto: o Caderno dos Municípios do Espírito Santo. A publicação irá reunir todas as informações referentes aos municípios em um único lugar e integrará os outros três que o Diário Oficial já dispõe: Executivo, Licitações e Diversos.

“Esse novo caderno foi planejado desde o início da gestão como forma de dar ainda mais transparência aos atos públicos. Isso porque, as pessoas terão todas as publicações referentes aos municípios em um único caderno, o que permitirá uma consulta mais rápida e eficiente”, destacou a diretora-presidente Departamento de Imprensa Oficial do Espírito Santo (DIO/ES), Madalena Santana.

Lançamento

O Caderno dos Municípios irá circular diariamente a partir da próxima semana. O acesso é o mesmo do Diário Oficial do Espírito Santo. Basta acessar o site www.dio.es.gov.br e escolher o link Consultar Diário Oficial. Ao “baixar” ou visualizar a edição, o cidadão terá acesso gratuito aos quatro cadernos (Executivo, Licitações, Municípios e Diversos).

História

Segundo Diário Oficial mais antigo do País, a publicação prossegue registrando em suas páginas a história do Espírito Santo por meio de decretos, leis e outras matérias oficiais.

“É um grande orgulho poder fazer parte dos 130 anos de história do Diário Oficial do Espírito Santo, uma publicação tão importante para todos os capixabas. A nossa expectativa é de que o Diário prossiga sua trajetória nos contando em suas linhas a evolução da nossa sociedade. Parabéns!”, ressaltou a diretora-presidente.

Apesar do marco ser a circulação da primeira edição, essa história começou alguns meses antes, em 20 de fevereiro de 1890, quando o então governador, Affonso Claudio de Freitas Rosa, editou o Decreto nº 14, de criação do Diário Official do Estado Federal do Espírito-Santo.

No início, a oficina tipográfica ficava no Palácio Anchieta, no Centro de Vitória. Mas, em 20 de novembro de 1939, o Diário quase foi extinto após um grande incêndio ocorrido no palácio.

Em 1948, no Governo de Carlos Fernando Monteiro Lindenberg, a Imprensa Oficial foi transferida para uma nova sede, na famosa Avenida Capixaba, atual Jerônimo Monteiro.

A partir de 1971, a autarquia conquistou sede própria no bairro Bento Ferreira, em Vitória, onde o parque gráfico funcionou até o início de 2018. O fim das edições impressas havia ocorrido um pouco antes, pois em 1º de agosto de 2017 o Diário Oficial do Espírito Santo passou a ser veiculado apenas na internet.

A modernização trouxe a facilidade de acesso. Hoje, é possível tanto fazer uma publicação via smartphones, tablets e outros dispositivos móveis quanto acessar a edição de qualquer lugar.

Leia também

Homem sofre tentativa de homicídio em bar em Vila Pavão

Na tarde deste domingo (03), em Vila Pavão, um homem de 33 anos foi vítima de tentativa de...

Brasil tem primeira alta mensal de mortes por Covid desde fevereiro

O Brasil registrou, em junho de 2022, 4.739 mortes pela Covid-19, em uma alta de 49,2% em relação...

Defesa Civil Nacional reconhece a situação de emergência em oito cidades nordestinas afetadas pela estiagem

A Defesa Civil Nacional reconheceu, nesta quarta-feira (6), a situação de emergência em oito cidades nordestinas afetadas pela...

Do que os times brasileiros precisam para ir às quartas na Libertadores

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Copa Libertadores conhecerá a partir desta terça-feira (5) as oito equipes classificadas...

Seis cidades atingidas por desastres receberão R$ 8,3 milhões para ações de defesa civil

Seis cidades brasileiras atingidas por desastres naturais vão receber mais de R$ 8,3 milhões para investir em ações...

Barra de São Francisco abre concurco público para Guarda Municipal com salário base de R$ 3 mil; baixe o Edital

A Prefeitura de Barra de São Francisco está com edital aberto para concurso em diversas áreas. Ao todo,...

Prazo de emissão da DAP é prorrogado até 31 de outubro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou, nessa quarta-feira (29), a Portaria nº 174, com alterações à Portaria nº...

Energia elétrica representa em média 23% do preço final da cesta básica

O custo da energia elétrica representa, em média, 23,1% do preço final da cesta básica no Brasil. A...