Dia Nacional do Diabetes levanta conscientização sobre vida saudável

Compartilhe

O dia 26 de junho marca o Dia Nacional do Diabetes, data que promove a conscientização sobre essa doença perigosa. O diabetes é uma síndrome metabólica provocada pela falta ou incapacidade de produzir insulina, um hormônio que é produzido pelo pâncreas para atuar como responsável pela manutenção dos níveis de açúcar no corpo, ou seja, o metabolismo da glicose.

“O diabetes é uma doença crônica que requer tratamento e um pouco de disciplina alimentar. Mas a pessoa consegue, sim, comer de tudo, fazer atividade física, exercer qualquer profissão que deseja, se estiver, claro, com bom controle, com boa consciência da doença e bom tratamento”, explica Lorena Lima Amato, médica endocrinologista e doutora pela Universidade de São Paulo (USP).

No Dia Nacional do Diabetes, entenda como doença pode causar cegueira<\/a>

Mais da metade dos brasileiros está acima do peso<\/a>
 

Diferentes manifestações

Existem três tipos principais da doença. No tipo 1, há um defeito do sistema imunológico, os anticorpos atacam as células que produzem a insulina e elas são destruídas. No tipo 2, há uma resistência à insulina e deficiência na secreção dela. E existe ainda a chamada diabetes gestacional, quando ocorre a diminuição da tolerância à glicose, diagnosticada pela primeira vez na gestação.

O segundo tipo acomete cerca de 90% dos diabéticos. “O diabetes tipo 2, que é o mais prevalente, tem sim uma forte carga genética. Mas nós sabemos que, se a pessoa se mantiver eutrófica (que é dentro do peso normal), mantiver uma boa alimentação, atividade física regular, com bastante massa magra, existe uma grande possibilidade dessa doença não aparecer”, considera a médica.

A especialista explica que manter hábitos saudáveis é a melhor forma de evitar o surgimento dessa patologia. “Um estilo de vida saudável, não ganhar peso. Isso com certeza vai prevenir o surgimento do diabetes tipo dois”, diz.

Exercícios e diabetes 

Para incentivar a prática de atividades físicas, a mudança de comportamento para algo saudável, combater complicações da doença e ainda gerar conscientização e união pela causa, Bruno Helman, ativista e CEO, fundou o Instituto Correndo Pelo Diabetes<\/a>. Ele foi diagnosticado com diabetes mellitus tipo 1, aos 18 anos, pouco antes de prestar vestibular para Relações Internacionais. 

Ele teve depressão pós-diagnóstico e se viu em um cenário desconhecido. “Foi um momento bem traumático da minha jornada, uma vez que, quando eu fui diagnosticado, eu não sabia praticamente nada sobre a condição”. Com o tempo, Bruno foi aprendendo sobre a doença e mudou a rotina para incluir as aplicações de insulina. Ele encontrou na corrida uma paixão.

“O Correndo Pelo Diabetes é fundamental, pois ele me trouxe amigos, me trouxe um senso de pertencimento, um senso de comunidade. A partir dele, eu consegui encontrar a minha missão, o meu propósito, que é ajudar outras pessoas, ajudar outras famílias para que elas também se apropriassem e se empoderassem, para que elas vivessem uma vida saudável, uma vida ativa, uma vida longínqua. Não uma vida apesar do diabetes, mas sim uma vida com diabetes”, conta.

Nascido em 2017, o projeto é uma organização sem fins lucrativos que já impactou mais de 2 mil pessoas, estimulando a prática regular de atividade física como ferramenta de promoção da saúde e inclusão da pessoa com diabetes e dos seus familiares. O Correndo Pelo Diabetes já percorreu mais de 10 cidades no Brasil e no exterior. Além disso, contabiliza 26 eventos presenciais, entre corridas e distribuição de cestas básicas durante a pandemia. Hoje, Bruno tem 27 anos e chegou a ganhar o troféu de atleta do ano na categoria destaque pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Leia também

Caminhoneiro morre em acidente com carreta na divisa entre Espírito Santo e MG

Um caminhoneiro morreu em um acidente na noite desta terça-feira (2) na BR-262 em Iúna, na região Sul...

Mãe e filhote de baleia-franca são vistos perto de praia no Espírito Santo

  Uma baleia-franca-austral e o seu filhote foram vistos juntos nesta terça-feira (3), na Praia dos Recifes em Barra...

Weide defende três pênaltis e coloca o Real Noroeste nas oitavas da Série D

O Real Noroeste chegou pela primeira vez, em sua história, nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro Série...

INDICADORES: Preço do café arábica cai nesta quarta-feira (3)

A saca de 60 quilos do café arábica iniciou a quarta-feira (3) com queda de 1,02% no preço...

Secretaria de Obras da prefeitura realiza reparos em calçamentos no Campo Novo

Os reparos em calçamentos ocorreram nesta quinta-feira (04), no bairro Campo, onde os servidores da secretaria de Obras...

ES: criminosos roubam carro, atiram em motorista de aplicativo e ligam para o pai dele para pedir dinheiro

Um motorista de aplicativo de 29 anos foi rendido, agredido com coronhadas e baleado por um trio de...

Ave silvestre é resgatada com a asa quebrada em Barra de São Francisco

Uma Anhuma, também conhecida como Alicorne ou Iúna, foi encontrada nesta quinta-feira, 4 de agosto de 2022, em...

Assiduidade no pagamento dos servidores municipais movimenta economia local

Uma das metas que vem sendo trabalhada na Prefeitura de Barra de São Francisco é o fortalecimento do...