Dia Mundial Sem Tabaco: letalidade entre tabagistas com Covid-19 é maior que 21% no Estado

Estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o Dia Mundial Sem Tabaco, o dia 31 de maio é lembrado como uma data para alertar sobre o grave problema de saúde pública que a epidemia do tabaco representa.

Com o tema “Tabagismo e Coronavírus (Covid-19)”, a campanha deste ano faz uma alerta para o uso do tabaco. Diante da pandemia do novo Coronavírus, o tabagismo é um dos fatores que podem influenciar nos casos graves da doença. De acordo com o “Painel Covid-19” da Secretaria da Saúde (Sesa), no Espírito Santo, com dados dessa sexta-feira (29), os pacientes confirmados com a doença que se declaram fumantes apresentam uma letalidade de 21,74%, enquanto a média estadual é de 4,34%.

De acordo com a infectologista, médica no Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Hucam) e consultora técnica da Sesa, Tânia Reuter, a alta letalidade está relacionada a elevada taxa de fumantes. Ela ressalta que esse grupo de pessoas possui lesão pulmonar das vias aéreas pré-existentes, comprometendo os pulmões com a contração do novo Coronavírus. Além disso, o tabagismo pode causar uma grande variedade de doenças crônicas como enfisema e asma.

“O paciente tabagista já tem lesão pulmonar das vias aéreas pré-existentes e durante a infecção por Covid-19, pode evoluir com pneumonia. É importante que o tabagista interrompa o uso do cigarro, que se imunize contra a influenza e pratique exercícios físicos a fim de melhorar a performance respiratória”, indicou a médica.

Programa Estadual de Controle de Tabagismo

Na Secretaria da Saúde do Espírito Santo, o Programa Estadual de Controle de Tabagismo busca reduzir os casos de tabagismo no Estado, com a capacitação dos municípios para implantação do programa e apoio na realização de campanhas educativas e ações de abordagem para estimular a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis.

No Estado, o tratamento ao fumante é ofertado em 65 municípios por meio de equipes multidisciplinares. O acompanhamento é realizado com abordagem cognitiva-comportamental. O usuário passa por uma avaliação clínica que verifica o seu grau de dependência e, posteriormente, a sua inserção em um grupo de apoio.

A indicação de medicamento é feita aos usuários que têm elevado grau de dependência. São ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) os repositores de nicotina (adesivos) e antidepressivos.

O Programa registrou em 2019 um total de 2.727 pessoas que deixaram de fumar, sendo 680 pessoas na região sul, 1.161 pessoas na região central, 750 pessoas na região Metropolitana e 136 pessoas na região norte.

Leia mais

Polícia apreende carro, motos, dinheiro e drogas em Barra de São Francisco

Durante ações preventivas no bairro Irmãos Fernandes, em Barra de São Francisco, neste sábado, 16/05/2020, pelo serviço de rádio patrulha do 11º BPM foi...

Mulher é presa suspeita de roubar recém-nascido de maternidade

A Polícia Militar de Minas Gerais prendeu, na última...

Atendimento remoto do Incaper preserva os agricultores capixabas

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou uma análise e verificou...

Leia também

Homem é preso após tentar assaltar policial de férias em Nova Venécia

Um jovem de 22 anos foi preso pela PM após tentar assaltar um militar na noite deste sábado (26), no bairro Aeroporto, em Nova...

Mulher não aceita fim de relacionamento e pula sobre carro em Barra de São Francisco; vídeo

Uma cena de ciúmes movimentou o centro de Barra de São Francisco/ES, no trecho próximo ao Restaurante A Salutte, neste domingo, 27. Uma mulher,...

PM apreende arma de fogo no interior de Nova Venécia

Na tarde deste sábado (26), militares da Força Tática do 2° batalhão apreenderam uma arma de fogo no interior de Nova Venécia. Uma pessoa...

Homem é assassinado com golpes de arma branca e tem crânio esmagado no interior de Conceição da Barra

Um homem, de 37 anos, foi morto, na madrugada desse sábado (26), no bairro São Jorge, na localidade de Braço do Rio, interior de...