Dia Mundial do Meio Ambiente pede Reflexão e Atitudes!

Compartilhe

Desenvolvimento sustentável. Essa expressão surgiu há 50 anos, na conferência de Estocolmo, na Suécia, primeira grande reunião de líderes mundiais, organizada pela ONU (Organização das Nações Unidas), para discutir o impacto das ações humanas sobre o meio ambiente. Até então, as agendas econômica e ambiental eram consideradas antagônicas, e colocavam em campos opostos países desenvolvidos e países em desenvolvimento, ou pobres.O tempo mostrou que a maneira como são utilizados os recursos naturais e as consequências geradas impactam todos, sem exceção.

Temos vivenciado extremos climáticos com ondas de frio e de calor. Seca e chuvas abundantes fora de época. Recentemente, cidades do Rio de Janeiro e de Pernambuco sofreram com inundações e deslizamentos de terra. Centenas de pessoas perderam a vida.

Tragédias como essas vão se repetindo por dezenas de outros países.

Cientistas do mundo inteiro, não de hoje, alertam para os riscos e dizem que o tempo está se esgotando.Preservar o que ainda se tem é imprescindível, e também é necessário recuperar o que foi perdido, degradado. Em Vitória, um dos exemplos é a área de restinga, na costa litorânea. A ordem de serviço do projeto de reurbanização da Curva da Jurema, assinada ontem pela prefeitura, prevê a recuperação desse ecossistema, que faz parte do bioma da Mata Atlântica.

Um exemplo positivo de união de esforços entre o poder público e a iniciativa privada, na lógica do desenvolvimento sustentável.

Há muito o que se fazer nesse campo? Sim.

Basta ver os recordes de desmatamento na Amazônia, a falta de investimento em mecanismos de vigilância e preservação, o desmonte das instituições públicas, a falta de investimento em ciência e tecnologias limpas.

A geração de riquezas e a melhoria de vida da população passa, obrigatoriamente, pelos cuidados com os recursos naturais e por políticas que possibilitem mitigar possíveis impactos negativos advindos de atividades econômicas. E isso perpassa diversas áreas, da agricultura a mobilidade urbana.

E detalhe: cada vez mais o ponto balizador dessa relação é a população. Na perspectiva pública, somos todos nós enquanto cidadãos. Na ótica econômica, nós enquanto consumidores.

Não sem razão tem crescido o número de empresas que adotam como estratégia três pilares, cuja sigla em inglês é ESG: ambiental, social e governança.

O primeiro diz respeito a boas práticas que causem o menor impacto no meio ambiente. O segundo ponto diz respeito ao impacto gerado na comunidade. E, por fim, a transparência na relação com todos os públicos atendidos pela empresa, entre eles, os clientes.

O lucro, nesse caso, é de todos!

Fonte: Folhavitoria

Dia Mundial do Meio Ambiente reforça conservação das florestas

Leia também

Fláris garante Duzinho Reis à frente do Real Noroeste pela quinta temporada consecutiva

Bicampeão capixaba, campeão da Copa Espírito Santo, três vezes eleito o melhor técnico da Série A Estadual, o...

Assassinado durante cavalgada em Barra de São Francisco, jovem queria ser caminhoneiro

Morreu neste domingo (14) o jovem Guilherme Cardoso do Nascimento, de 18 anos, que foi esfaqueado na região...

Cão que permanecia na Capela aguardando tutora falecida é adotado

  O cachorro que passou mais de 90 dias à espera de sua tutora, que havia falecido, foi adotado....

Final do Perna de Pau promete ginásio lotado nesta quinta-feira (18)

Por Marcelo Gregório Nesta quinta feira (18), estará acontecendo a grande final do campeonato Perna de Pau 2022, às...

Vídeo mostra momento em que morador de rua é morto em Barra de São Francisco

Um vídeo de câmeras de segurança mostrou o momento que um homem em situação de rua, de 27...

Mostra de cinema, oficinas e show de Emicida: confira a programação do festival Movimento Cidade

  Emicida — Foto: Érico Andrade/g1 O Festival Movimento Cidade, apelidado este ano de MC Festival, promete agitar Vitória de...

OPEN ENERGY: Era dos dados permite a modernização do setor elétrico

Com o mundo cada vez mais digitalizado, a geração e a análise de dados se tornaram essenciais para...

Espírito Santo tem 7 candidatos ao governo, 9 ao Senado, 192 à Câmara e 506 à Assembleia Legislativa

Terminou, às 19h desta segunda-feira (15), o prazo de registro dos candidatos que vão disputar as eleições de...