Dez empresas firmam parceria com o Programa Águas Brasileiras

Dez empresas firmaram parceria com o Governo Federal para patrocinar ações do Programa Águas Brasileiras. Elas aportarão recursos em projetos de revitalização das principais bacias hidrográficas do país. O anúncio foi feito em cerimônia no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (22), quando é comemorado o Dia Mundial da Água.

“A água é tão importante que significa a essencialidade da indústria, do comércio, do turismo, do empreendedorismo, da irrigação, da agricultura, do tratamento do esgoto, enfim, da vida. Sem água, nenhum país prospera”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho

Lançado em dezembro do ano passado, o Programa Águas Brasileiras busca parceria com a iniciativa privada para impulsionar iniciativas de preservação e recuperação de áreas degradadas nas bacias hidrográficas. A meta é ampliar a quantidade e a qualidade da água disponível para consumo e para o setor produtivo, de forma a fomentar o desenvolvimento regional e garantir mais qualidade de vida para a população.

“Preservar nossa água é um dever, é um compromisso com o futuro, é ter um olhar sobre o nosso presente. Preservar nossas águas é fazer com que o Brasil tenha sustentabilidade no seu desenvolvimento a médio e longo prazo”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

“A água é tão importante que significa a essencialidade da indústria, do comércio, do turismo, do empreendedorismo, da irrigação, da agricultura, do tratamento do esgoto, enfim, da vida. Sem água, nenhum país prospera”, acrescentou Marinho.

O ministro citou que o Brasil é privilegiado por ter 12% das reservas de água doce do mundo, mas precisa melhorar o cuidado com esse recurso natural com iniciativas como o programa Águas Brasileiras. “Tratamos mal a água que temos. Temos mais de cem mil quilômetros de rios poluídos no Brasil, temos quase três mil lixões espalhados pelas cidades brasileiras que permeiam nosso lençol freático com chorume.”

Adesão das empresas

No evento, as empresas Anglo American, Rumo Logística, Ambev, MRV Engenharia, Stone, Vale S.A, Engie Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal e JBS formalizaram a adesão e receberam o Selo Aliança pelas Águas Brasileiras.

As organizações que financiarem os projetos do programa têm vantagens como a inclusão dos elementos ambiental, social e governança corporativa na cultura organizacional e no posicionamento no mercado, agregação de valor às cadeias produtivas por meio de práticas sustentáveis e adaptação dos modelos de negócio à economia de baixo carbono.

Projetos selecionados

Segundo o ministro Rogério Marinho, além das dez empresas que firmaram compromisso com o programa, o Ministério do Desenvolvimento apresentou para mais 15 organizações o programa Águas Brasileiras.

“São as dez primeiras empresas que contatamos em menos de vinte dias após a seleção dos projetos que foram elencados em edital público. Temos mais 15 empresas contatadas e, certamente, todas elas vão aderir ao nosso projeto. Não tenho dúvida que dezenas de outras empresas também virão porque entendem que essa é uma ação do Estado brasileiro”, ressaltou o ministro.

Este ano foi lançado edital que selecionou 26 propostas para o programa Águas Brasileiras. Elas contemplam mais de 250 municípios de 10 estados e visam ao uso sustentável dos recursos naturais e a melhoria da disponibilidade de água em quantidade e qualidade para os usos múltiplos.

Ações do programa

Entre os objetivos do programa estão: consolidar e recuperar Áreas de Preservação Permanentes (APPs), avançar nos mecanismos de conversão de multas ambientais e pagamentos por serviços ambientais e aprimorar medidas de gestão e governança que garantam segurança hídrica.

Estão previstas ações como a preservação de nascentes, recomposição de matas ciliares, manejo florestal sustentável e soluções sustentáveis de saneamento e reuso de água.

Dez empresas firmam parceria com o Programa Águas Brasileiras

No evento, as empresas receberam o Selo Aliança pelas Águas Brasileiras Foto: Marcos Corrêa/PR

Leia mais

Leia também