‘Desvios’: Live propõe debate sobre ações culturais no sistema carcerário

Uma discussão sobre aspectos do sistema prisional com relações entre ressocialização, disciplina e arte. Esse será o tema da live do projeto ‘Desvios’, de Rafael Pagatini. A transmissão do bate-papo ao vivo será na próxima quinta-feira (04), a partir das 18h30, nos canais oficiais da Galeria Homero Massena, no Instagram Facebook, além do Youtube da Secult.

‘Desvios’ vai levantar um debate sobre o sistema carcerário capixaba, considerando o saber-fazer dos detentos no campo da arte. O encontro, que seria presencial, na Galeria Homero Massena (GHM), no Centro de Vitória, precisou ser adaptado para plataforma on-line por causa do período de distanciamento social, necessário para o combate à disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Ao lado do idealizador do projeto, o artista e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Rafael Pagatini, o debate vai contar com as presenças da subsecretária de Ressocialização da Secretaria de Justiça (Sejus), Roberta Ferraz; do defensor público e coordenador do Núcleo dos Direitos Humanos, Hugo Fernandes Matias; e do sociólogo e professor da Universidade de Vila Velha (UVV), Pablo Ornelas Rosa.

Segundo Rafael Pagatini, “Desvios” trabalha desde 2017 com os internos do Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha. Em forma de oficinas, a dinâmica funcionou como uma troca para incentivar a criatividade dos presos. “Eu ensinava aulas de desenho para os detentos e eles me ensinavam formas de construção com materiais diversos existentes dentro da realidade do presídio”, afirma.

 

O projeto

 

Contemplado no Edital Setorial de Artes Visuais da Secult, o projeto “Desvios” promoveu oficinas com internos do sistema prisional do Espírito Santo, entre 2017-2020. As ações estabeleceram processos de trocas e sensibilização, com objetivo de refletir sobre o conhecimento e saber-fazer que foram desenvolvidos no cárcere pelos presos. Além de estimular a criatividade, subjetividade e inventividade.

Como fruto dessas oficinas, foram realizados registros audiovisuais dos internos construindo objetos, tendo como base peças de xadrez produzidas com materiais de uso diário, tais como sabonete, arroz, farelo de pão, entre outros. São construções que apresentam questões ligadas à criatividade, usos do espaço, transformações da matéria e coletividade.

Serviço: 

Webinar “Desvios”, de Rafael Pagatini
Quando: 04/06 (quinta-feira)
Horário: às 18h30

Link para acesso: https://us02web.zoom.us/j/82357279192

 

Leia mais

Homem é assassinado dentro casa no interior de Vila Pavão

Imagem ilustrativa Um homem de 57 anos foi assassinado...

Pesquisadores encontram forma de neutralizar coronavírus em 25 segundos

Os Laboratórios Nacionais de Doenças Contagiosas Emergentes (NEIDL, na sigla em inglês) da Universidade de Boston (EUA) encontraram uma forma de fazer com que...

Conselho Nacional de Educação esclarece dúvidas sobre o ensino no País

Foto: arquivo/MEC O Conselho Nacional de Educação, do Ministério da Educação, disponibilizou nessa terça-feira (31) uma página na internet...

Produção de Cacau está sendo a principal fonte de renda para produtores no interior de Colatina

A produção do Cacau está sendo a principal fonte de renda para produtores rurais do Vale Boa Esperança, interior de Colatina.  De acordo com...

Leia também

Ademir Teixeira confirma pré-candidatura à prefeitura de Vila Pavão

O funcionário público, Ademir Teixeira (PDT), confirmou sua...

Cursos de graduação 100% online na Unopar: Um modelo de educação que só cresce

» Os sócios do grupo Axioma, Professor Lourenção e Alexsandra Calegari Lavanhole, fizeram parceria com a...

Lives do fim de semana têm Skank, Elza Soares e música sertaneja

Diversas lives vão ocorrer no fim de semana...

Polícia Militar captura foragido da justiça em Fundão

Nesta quinta-feira (02), policiais militares do 5º Batalhão efetuaram a captura de um foragido da justiça em Praia Grande, Fundão. A ação foi motivada pela...