‘Desvios’: Live propõe debate sobre ações culturais no sistema carcerário

Uma discussão sobre aspectos do sistema prisional com relações entre ressocialização, disciplina e arte. Esse será o tema da live do projeto ‘Desvios’, de Rafael Pagatini. A transmissão do bate-papo ao vivo será na próxima quinta-feira (04), a partir das 18h30, nos canais oficiais da Galeria Homero Massena, no Instagram Facebook, além do Youtube da Secult.

‘Desvios’ vai levantar um debate sobre o sistema carcerário capixaba, considerando o saber-fazer dos detentos no campo da arte. O encontro, que seria presencial, na Galeria Homero Massena (GHM), no Centro de Vitória, precisou ser adaptado para plataforma on-line por causa do período de distanciamento social, necessário para o combate à disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Ao lado do idealizador do projeto, o artista e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Rafael Pagatini, o debate vai contar com as presenças da subsecretária de Ressocialização da Secretaria de Justiça (Sejus), Roberta Ferraz; do defensor público e coordenador do Núcleo dos Direitos Humanos, Hugo Fernandes Matias; e do sociólogo e professor da Universidade de Vila Velha (UVV), Pablo Ornelas Rosa.

Segundo Rafael Pagatini, “Desvios” trabalha desde 2017 com os internos do Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha. Em forma de oficinas, a dinâmica funcionou como uma troca para incentivar a criatividade dos presos. “Eu ensinava aulas de desenho para os detentos e eles me ensinavam formas de construção com materiais diversos existentes dentro da realidade do presídio”, afirma.

 

O projeto

 

Contemplado no Edital Setorial de Artes Visuais da Secult, o projeto “Desvios” promoveu oficinas com internos do sistema prisional do Espírito Santo, entre 2017-2020. As ações estabeleceram processos de trocas e sensibilização, com objetivo de refletir sobre o conhecimento e saber-fazer que foram desenvolvidos no cárcere pelos presos. Além de estimular a criatividade, subjetividade e inventividade.

Como fruto dessas oficinas, foram realizados registros audiovisuais dos internos construindo objetos, tendo como base peças de xadrez produzidas com materiais de uso diário, tais como sabonete, arroz, farelo de pão, entre outros. São construções que apresentam questões ligadas à criatividade, usos do espaço, transformações da matéria e coletividade.

Serviço: 

Webinar “Desvios”, de Rafael Pagatini
Quando: 04/06 (quinta-feira)
Horário: às 18h30

Link para acesso: https://us02web.zoom.us/j/82357279192

 

Leia mais

Leia também