Denúncias de violações de direitos humanos podem ser feitas pelo Telegram

Denúncias de violações de direitos humanos podem ser feitas pelo Telegram

Além da nova plataforma, há o canal telefônico (Disque 100 e Ligue 180), o aplicativo Direitos Humanos Brasil e o site da Ouvidoria.
– Foto:
MMFDH

A partir de agora, é possível recorrer a mais um canal para fazer denúncias de violações de direitos humanos e de violência contra a mulher. A Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH), responsável pelo serviços do Dique 100 e do Ligue 180, disponibilizou uma conta no Telegram – aplicativo de mensagens instantâneas – para o registro de casos em todo o País.

Para utilizar o canal, basta apenas digitar “Direitoshumanosbrasilbot” na busca do aplicativo. A indicação “bot” é uma regra do Telegram para a criação de contas de serviço. Após receber uma mensagem automática, o cidadão será atendido por uma pessoa da equipe da central única dos serviços. A denúncia recebida será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos.

A nova plataforma para denúncias já estava prevista na ampliação dos canais do Disque 100 (Disque Direitos Humanos) e do Ligue 180. No entanto, a implementação foi acelerada em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Em razão da necessidade de atender cidadãos que ficaram em casa 24 horas, muitas vezes com o suspeito de violação dos direitos humanos e, por isso, com menos facilidade de denunciar, nós aceleramos a implementação desse canal”, afirma o coordenador-geral do Disque 100, Reinaldo Las Cazas.

Com o Telegram, agora existem quatro ferramentas para o atendimento de vítimas e o registro de denúncias de violações de direitos humanos e de violência doméstica e familiar contra a mulher. Além da nova plataforma, há o canal telefônico (Disque 100 e Ligue 180), o aplicativo Direitos Humanos Brasil e o site da Ouvidoria/ONDH.

Em todas as plataformas, as denúncias são gratuitas, anônimas e recebem um número de protocolo para que o denunciante possa acompanhar o andamento. Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia pelo serviço, que funciona diariamente, durante 24h, incluindo sábados, domingos e feriados.

Entre os grupos atendidos pelo Disque 100, estão crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade, população LGBT e população em situação de rua. O serviço também está disponível para denúncias de casos que envolvam discriminação ética ou racial e violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais.

As denúncias de violência contra a mulher são registradas pelo Ligue 180. O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes. Além disso, a plataforma recebe reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.

 

Leia mais

Comércio de Boa Esperança funciona neste sábado (06)

O comércio de Boa Esperança, essenciais e não...

Entidades se unem para prorrogar auxílio de R$ 600

Numa mobilização nacional, 162 organizações e movimentos lançam neste domingo, 7, documento que aponta 20 obstáculos encontrados na implementação do auxílio emergencial de R$...

SALA DE SITUAÇÃO – 24/03/2020

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, liderou, nesta terça-feira (24), mais uma reunião da Sala...

MCIT trabalha para melhorar o monitoramento da Amazônia

Satélite vai ampliar a capacidade de monitoramento de biomas em todo o território brasileiro Foto: Agência Brasil O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI)...

Leia também

Nota de Falecimento – ADÃO RODRIGUES LEMES

A prefeitura de Barra de São Francisco divulgou nesta terça-feira (29) uma nota de pesar pelo falecimento do servidor aposentado Adão Rodrigues Lemes. "Com pesar,...

Cão policial encontra droga enterrada em Ecoporanga

Policiais Militares do 11º Batalhão apreenderam drogas enterradas com auxílio do cão policial Jayson. O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (28), no município...

Nova Venécia em alerta crítico para incêndios florestais

A Defesa Civil de Nova Venécia recebeu um alerta crítico do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE), para incêndios devido a onda de calor...

INDICADORES: São Paulo registra alta no boi gordo nesta terça (29)

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (29) com alta de 0,02% no preço e o produto é negociado a R$...