Vereador Delei da Borracharia participa de reunião com Casagrande

O presidente da Câmara Municipal de Nova Venécia, Delei da Borracharia (Solidariedade), participou de uma reunião virtual na manhã desta quarta-feira (24), com o governador Renato Casagrande (PSB). A informação é da Rede Notícia.

Junto a ele, mais 50 presidentes de legislativos do Estado estavam presentes.

Na pauta, o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus foi o assunto em questão. No momento, Casagrande pediu que cada presidente de Câmara crie uma Comissão de Acompanhamento da Covid-19, em cada legislativo, para que auxilie o Executivo no enfrentamento da doença. “Durante o debate, pedi ao Casagrande que veja a situação dos nossos comerciantes, para que os ampare nesse momento. Ele explicou que medidas estão sendo tomadas e estão sendo divulgadas, tanto para a classe empresarial, quanto para o trabalhador informal”, relata Delei, que ainda disse: “O legislativo veneciano vem se reunindo com o prefeito e discutindo soluções para o enfrentamento da Covid-19. Estamos atuando em conjunto, já que sabemos que o cenário em todo País é complicado”.

O governador citou que diante do cenário atual, foi preciso tomar medidas duras e fechar o comércio. Apresentou dados de que o Estado chegou a disponibilizar hoje, com mais de 800 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e que no final de abril, serão cerca de 900 leitos, mas alertou prioridade para medidas de prevenção, já que a abertura de leitos fica menor que o número crescente de casos de infectados. “Não queria fechar nada, queria tudo funcionando normalmente, o Estado crescendo, a arrecadação aumentando. Mas um governante não pode pensar em medida popular nesse momento, precisa pensar em salvar vidas. Entendo o lado dos empresários, do comércio, o questionamento deles é legítimo”, fala.

Na ocasião, o secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes de Medeiros Junior, apontou que somente nesta segunda-feira (23), o País registrou mais de três mil óbitos e revelou que se chegar a 5 mil ao dia, a situação vai piorar ainda mais, já que a rede prvada entrou em colapso e vem pedindo leito no Sistema Único de Saúde (SUS), que também não está comportando a demanda.

Na reunião ainda, participaram representantes do Ministério Público Estadual, Luciana Andrade e o presidente do Tribunal de Contas, Rodrigo Chamoun. Os dois declararam a importância sobre a atuação dos dois órgãos, diante da prevenção e contenção em medidas da Covid-19. Ainda, a representante da Associação das Câmaras do Espírito Santo (Ascames).

Leia mais

Leia também