Delegado de Polícia Civil lança livro “Teoria Hiperdimensional do Direito”

O ex-titular da 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil, localizada em Nova Venécia, Libero Penello de Carvalho Filho, 58 anos, lançou, na última semana, o seu quarto livro.

Segundo Líbero, a obra “Teoria Hiperdimensional do Direito”, inspirada por Eugenio Bulygin e produzida pela editora Lumen Juris, busca tentar colocar o direito em algum lugar em que ninguém conseguiu colocar ainda. “O livro fala da ingrata área da filosofia e teoria do direito. Nele, faço uma citação de Eugenio Bulygin, que tem uma outra citação, que fala que filosofia para o direito é igual parafusos para mesa, onde a mesa está montada, mas os parafusos não aparecem. É impossível dizer o que é o direito, porque ele não tem um conceito. Ele tem vários”, disse.

Para o Líbero, o diferencial é que este é um livro na área de teoria e filosofia lançado por um autor do Espírito Santo e delegado de Polícia Civil, já que há muitos nas áreas de direito penal e direito constitucional. “Vivemos uma era de muita especificação, onde é muito comum vermos temas muitos deliberados, como a filosofia e a identidade de gênero, por exemplo. Algo geral, mais abrangente, é muito difícil. Começamos a ver o ponto de vista genérico, em essência, que é difícil, porque acaba vendo a questão contextual”.

Destinado a professores e profissionais do direito geral e da filosofia, que querem saber porque e não apenas como as coisas funcionam no direito, a obra já passou por países como Argentina e Espanha, levando o nome de Nova Venécia mundo afora, mais uma vez. “Junto com o livro, eu entendo que estou levando o nome de Nova Venécia e do Espírito Santo para todos os lugares, porque as pessoas, quando forem pesquisar, vão ver”, falou.

Para o delegado, o livro ajuda, de certa forma, outros colegas de profissão que publicam livros. “Vem somar para se quebrar o estereótipo do delgado que a sociedade ainda vê como aquele indivíduo que só cuida do inquérito e prende bandido, quando, na verdade, é muito mais do que isso, é o primeiro garantidor do direito, como disse um ministro. É uma função jurídica e técnica e entrar na área acadêmica é uma consequência natural da evolução. Minha intenção é difundir o conhecimento. Eu considero importante a iniciativa desse ponto de vista”, ressaltou.

O livro, segundo Líbero, demorou cerca de dois meses para ser escrito e está pronto desde junho do ano passado, porém, devido à trâmites legais, foi lançado somente na última semana. Nesse período, ele já foi chamado para conferências e palestras na Argentina, onde falou na mesma universidade que falaram Hans Kelsen e Eugenio Bulygin, no Equador, na Universidade de Guayaquil, e em Veneza, na Itália, onde, infelizmente, não pode ir, em ambas, devido a pandemia do novo coronavírus. Já agora em agosto, ele participará de uma videoconferência em Nova Iorque.

Ele aproveitou para agradecer a algumas pessoas que contribuíram para a concretização desse projeto: o prefeito de Nova Venécia, Mário Sérgio Lubiana, e os vereadores Luciano Márcio Nunes e Antônio Emílio Abre Dias Borges. “São de linhas políticas diferentes, porém, passaram por cima disso tudo. Foi nobreza deles deixar de lado um projeto político para algo comum. Contribuíram como pessoa particular, pessoa física. Acreditaram e ajudaram como Valdemir Gusson, de Pinheiros, David Beiriz Loureiro, de Vitória, e Antônio de Pádua Queiroz, de Belo Horizonte”.

No livro, Líbero deixou um e-mail à disposição para contribuições dos leitores ([email protected]). “É uma obra em construção, está aberta. Dei o start, mas vai ser construída ao longo do tempo por várias pessoas. É um livro feito mais para ser discutido e debatido do que para as pessoas acharem bonito”.

A obra já foi vista por Eugenio Bulygin, pelo professor Dr. Ricardo Rabinovich-Berkman, responsável pelo prefácio, e por um jurista nacional. Ela está disponível para venda no site https://www.lumenjuris.com.br/.

LÍBERO PENELLO DE CARVALHO FILHO

Líbero Penello de Carvalho Filho foi titular da 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil, localizada em Nova Venécia, por mais de cinco anos.

Ele formou-se em Direito na Ufes, em 1989 e é especialista em Direito e Processo do Trabalho e em Direito e Processo Penal. É professor universitário de graduação em Direito, Ciências Políticas, e de pós-graduação e, Direito e em Gestão Pública. Atualmente, ele é doutorando em Direito Constitucional pela Universidade de Buenos Aires, na Argentina.
Líbero tem artigos nas bibliotecas e nos repositórios de artigos do Supremo Tribunal Federal, do Supremo Tribunal de Justiça, em Tribunais Regionais Federais, no Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal Superior do Trabalho.

Recentemente, Líbero teve um texto publicado no volume 10 do livro Estudos de Direito Latino Americano, onde ele fala sobre o “USO DA IMAGEM E EXPLORAÇÃO DA IMAGEM – O DIREITO DE IMAGEM EXPLICADO”

Apesar de ser nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais, o delegado possui os títulos de Cidadão Veneciano e Cidadão Espírito-Santense e Comenda da Ordem do Mérito Domingos Martins – a mais alta condecoração da Assembleia Legislativa do Espírito Santo -, concedida no grau de comendador.

Leia mais

Encontros virtuais das Audiências Públicas para o Orçamento 2021 mobilizam 2 mil pessoas

Em diálogo com a população capixaba, gestores das áreas estratégicas de Saúde Integral, Infraestrutura para Crescer,...

Dia do Estudante

Ser estudante é ter motivação de sobra, é querer um mundo melhor nas mãos, aguçada sede de vencer obstáculos, problematizar e entender a lição....

QUEM FALA A VERDADE MERECE CASTIGO.

  Um contumaz bêbado da pequena cidade de Mantenópolis foi arrolado para ser testemunha em um processo. Foi intimado e compareceu à audiência no dia...

INSS prorroga atendimento remoto até 21 de agosto

Agências da Previdência Social só retornarão o atendimento presencial em 24 de agosto. Foto: Agência Brasil Os atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Leia também

AM: Justiça Eleitoral condena prefeito de Urucurituba por propaganda eleitoral antecipada

O prefeito do município de Urucurituba, no Amazonas, foi condenado pela 3ª Zona Eleitoral do estado por propaganda eleitoral antecipada. Segundo a Justiça Eleitoral,...

Polícia Federal prende suspeitos de roubos na agências dos Correios de Água Doce do Norte

Dois suspeitos de roubos em agências dos Correios do Espírito Santo foram presos em uma operação da Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (28). Segundo...