Decreto que proíbe abertura de boates e casas de shows no ES é prorrogado até 31 de dezembro

As atividades em boates e casas de shows seguem proibidas até o dia 31 de dezembro deste ano, de acordo com decreto publicado em edição extra do Diário Oficial na terça-feira (1º). Segundo o documento, shows e outras apresentações culturais no formato drive in, cinemas, parques de diversão, teatros, circos e feiras continuam permitidas, mantendo as orientações anteriores.

As proibições ocorreram em março deste ano, no início do período de pandemia, decretado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com a evolução dos casos no Espírito Santo, algumas atividades passaram a ser liberadas de forma gradativa.

Réveillon 2021

Nesta semana, as prefeituras de Vitória e Vila Velha anunciaram que não haverá queima de fogos nas praias na virada do ano de 2020 para 2021, diante do aumento no número de casos de coronavírus no Espírito Santo e das recomendações das autoridades sanitárias.

A decisão vem após a fala incisiva do subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, em coletiva de imprensa na tarde de segunda-feira (30). Ele afirmou que as festas de réveillon no litoral capixaba não poderão acontecer, por conta da pandemia.

“Nós já temos uma portaria, temos instrumento jurídico, recomendando a não realização de atividades de passagem de ano em praias, com fogos de artifício, com aglomeração e instalação de tendas. Não haverá festa de fim de ano em praias. Não haverá eventos. Não são permitidos shows em praça pública, shows em boates e em ambientes fechados”, afirmou Reblin.

A prefeitura da capital, Vitória, informou que a queima de fogos, que marca a virada de ano, está oficialmente suspensa. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (30), no Diário Oficial de Vitória, com a revogação do pregão eletrônico, que teve como objeto a contratação de empresa para a realização de show pirotécnico de réveillon.

Por nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que, para evitar aglomerações e atenta ao surgimento de uma possível segunda onda com o aumento de casos de covid-19, decidiu suspender também a tradicional queima de fogos na orla da cidade este ano. “A decisão prima pela segurança dos munícipes”, diz o comunicado oficial do município.

A Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec) informou que as definições sobre o réveillon só serão divulgadas na segunda semana de dezembro, com base nas medidas a serem definidas pelo Comitê de Emergência em Saúde Pública.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também