Decreto federal proíbe queimadas em todo o Brasil por 120 dias

O governo federal anunciou, na noite desta quarta-feira, 15, que foi editado um decreto para proibir o emprego de fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. A medida vale para todo o território nacional. Em nota distribuída à imprensa, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que, historicamente, a maior incidência de queimadas ocorre entre os meses de agosto e outubro. O Decreto Nº 10.424, de 15 de julho de 2020, está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 16.

“A previsão climática do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos para os meses de julho, agosto e setembro indica período de forte estiagem, motivo pelo qual tornou-se urgente a adoção da suspensão das queimadas para conter e reduzir a ocorrência de incêndios nas florestas brasileiras”, informou a pasta.

Segundo a nota, citando o Ministério do Meio Ambiente, os dados recentes da plataforma de dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam grande quantidade de focos de queimadas no primeiro semestre deste ano, não apenas na Amazônia, mas também em outros biomas, como o Pantanal.

De acordo com o governo, o decreto de suspensão de queimadas não se aplica para alguns casos, como nas práticas agrícolas de subsistência executadas pelas populações tradicionais e indígenas; nas práticas de prevenção e combate a incêndios realizadas ou supervisionadas pelas instituições públicas responsáveis pela prevenção e pelo combate aos incêndios florestais no Brasil; nas atividades de pesquisa científica realizadas por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT), desde que autorizadas pelo órgão ambiental competente; no controle fitossanitário, desde que autorizado pelo órgão ambiental competente, e nas queimas controladas em áreas fora da Amazônia Legal e no Pantanal, quando imprescindíveis à realização de práticas agrícolas, desde que autorizadas previamente pelo órgão ambiental estadual.

No ano passado, em meio ao aumento dos incêndios, principalmente na Amazônia, o governo também suspendeu, por meio de decreto, a aplicação de fogo em áreas rurais. Segundo dados oficiais, a medida, que vigorou durante 60 dias, entre agosto e setembro, reduziu as queimadas em 16%.

Leia mais

Morre menino de 11 anos que foi arremessado do apartamento que explodiu

Apartamento pegou fogo depois de explosão, na manhã deste sábado (29) — Foto: Cassiano Rolim/RPC O menino...

INDICADORES: Sexta-feira (4) registra alta no boi gordo

A cotação da arroba do boi gordo termina a semana (4) com alta de 0,38% no preço e o produto é negociado a R$...

Obras iniciadas antes do dia 14 de agosto podem continuar nos municípios

As cidades que deram início às obras, comprovadamente iniciadas antes do dia 14 de agosto, podem continuar com os serviços. A data corresponde ao...

Nova Venécia passa dos mil casos confirmados de coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Venécia, por meio da Vigilância em Saúde, confirmou 18 casos positivos de coronavírus (Covid-19) nesta terça-feira (1º)....

Leia também

Espírito Santo chega a 4.385 mortes e 182.520 curados com 198.947 casos confirmados de Covid-19

  O Espírito Santo registrou, até este sábado (5), 4.385 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 198.947. O índice de letalidade...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sudeste do País tem previsão de tempo com chuva, neste domingo (6)

Previsão de tempo com chuva intensa na região Sudeste do País, neste domingo (6), graças à atuação de uma frente fria no oceano e...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Nordeste continua com tempo seco no interior da região, neste domingo (6)

Neste domingo (6), a previsão para o Nordeste brasileiro é de tempo seco no interior da região, com poucas nuvens, e com áreas de...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Região Norte do país terá tempo chuvoso, neste domingo (6)

Neste domingo (6), a chuva persiste no Norte do país. Chuva e temporais são esperados para todas as áreas da região. Apenas nas áreas...