De Volta Para Casa: reajuste de 21% será feito no auxílio de beneficiários

O Ministério da Saúde irá aumentar em 21% o valor mensal repassado ao programa De Volta Para Casa, que tem como objetivo reinserir na sociedade, pessoas com fragilidades socioeconômicas que passaram por longos períodos de internação em instituições psiquiátricas. O aumento irá ampliar e qualificar o cuidado e assistência a pessoas com transtornos mentais no Sistema Único de Saúde (SUS).

Atualmente, o valor mensal do auxílio é de R$ 412, subindo para R$ 500 com o novo reajuste. Grande parte dos beneficiários do programa são moradores de uma das 797 Residências Terapêuticas existentes no país. O serviço oferecido pelo SUS já cresceu 37% desde 2017.

Covid-19: cerca de 18% da população já tomou a primeira dose da vacina e 9% a segunda

Comissão discute projeto que autoriza cultivo da Cannabis para uso medicinal

Com o aumento nos recursos destinados a essas pessoas, o Ministério da Saúde reafirma o compromisso com a garantia do direito a uma saúde mental de qualidade. A lista dos estabelecimentos que oferecem atendimento em saúde mental no Brasil pode ser conferida no mapa interativo online elaborado pela pasta.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilFoto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil


Leia mais

Leia também