De forma inédita, Vaticano rejeita terapia de “cura gay” pela primeira vez

 

De forma inédita, o Vaticano desautorizou o grupo católico civil da Espanha “Verdade y Libertad”, que defende práticas de “terapias de conversão homossexual” (“Terapia de Reorientação Sexual”), que agora não contam mais com o respaldo da Igreja Católica, segundo a revista espanhola “Vida Nueva”.

A “cura gay” foi condenada em 2013 pela Associação Médica Mundial (AMM), que condenou as “terapias” como “violações dos direitos humanos” incompatíveis com a ética da ação médica.

 


Leia mais

Leia também