Curso da Fames recebe “quatro estrelas” em avaliação nacional

A Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) conquistou mais um reconhecimento às suas ações de melhoria na qualidade do ensino: o curso de Bacharelado em Música, habilitação em Instrumento e Canto, teve avaliação “Quatro Estrelas” no Guia da Faculdade.

A iniciativa é do jornal Estadão, em parceria com a Quero Educação, startup desenvolvedora de serviços digitais para instituições de ensino de todo o país. O resultado da avaliação nacional foi publicado na edição deste domingo (25) do jornal Estadão.

O Guia da Faculdade reúne e avalia informações sobre milhares de faculdades de todo o Brasil que, no total, oferecem cerca de 14 milhões de opções de cursos de graduação.

Todas as instituições de ensino superior cadastradas no Ministério da Educação são convidadas para fazer parte do Guia da Faculdade. Os critérios de avaliação se baseiam nos quesitos:

  • qualidade do projeto pedagógico;
  • qualidade do corpo docente;
  • qualidade da infraestrutura.

Fonte: Estadão

Curso de Licenciatura também tem avaliação positiva

A Fames também submeteu o curso de Licenciatura à avaliação, obtendo três estrelas. Para a professora Gina Denise Barreto, coordenadora do Curso de Licenciatura, os bons resultados são consequência do trabalho realizado pela equipe envolvida.

“Desde o primeiro projeto pedagógico do qual participei, até o presente momento, observamos as permanentes atualizações da estrutura curricular, implantação de melhores condições de ensino, formação do corpo docente, ampliação de oportunidades para o corpo discente dentre outros aspectos”, destacou.

Para ela, a nota obtida é um estímulo para a continuidade do aprimoramento de um curso que tem pouco mais de uma década e que já se notabiliza por oferecer um ensino de qualidade.

 

Melhoria contínua

De acordo com a direção da Fames, a instituição tem concentrado vários esforços na melhoria constante da qualidade dos cursos de graduação. Além do investimento em instrumentos e infraestrutura para as orquestras, a aquisição de um sistema acadêmico digital tem permitido uma análise precisa e permanente das necessidades acadêmicas, que é o objetivo central da faculdade.

“Desde o início de 2019, estamos focados nas ações que possam trazer melhorias concretas na qualidade do ensino da Fames. Na prática, é necessário cumprir diversos requisitos que, em seu conjunto, refletem positivamente na formação dos alunos. Outro fator determinante tem sido o diálogo constante com professores e alunos e nossa metodologia de trabalho em equipe com os coordenadores”, afirmou o diretor da instituição, Fabiano Araújo.

A professora Paula Galama, coordenadora dos Cursos de Bacharelado também comemorou o resultado positivo: “Entendemos que um curso de bacharelado é um sistema orgânico que deve estar em constante revisão e alinhamento com as diretrizes do mercado e sua respectiva exigência de qualificação. Desta forma, o sucesso alcançado com esta nota nos motivará ainda mais para empreendermos grandes ações no desenvolvimento de uma educação superior em Música de excelência no Espírito Santo”, explicou.

Nos dois últimos anos, foram feitas diversas correções nos cursos de bacharelado, como o alinhamento das grades curriculares, a revisão da metodologia de ensino por meio do fomento à pesquisa, além da implantação de seminários, tornando possível a troca de experiências entre professores.

Também durante esse período, a Fames definiu e criou as linhas de pesquisa para as áreas que embasarão a pós-graduação e que já começam a ser colocadas em prática nos projetos de estágio e os cursos de extensão.

“Tudo isso, entretanto, não teria sido possível sem o esforço coletivo dos professores, o que foi fundamental para esse desenvolvimento, especialmente no último ano, quando redobramos o trabalho e tomamos todas as medidas possíveis para auxiliar na continuidade da formação dos nossos discentes”, concluiu Galama.

Para Fabiano Araújo, que está perto de completar dois anos à frente da Fames, os resultados confirmam o sucesso da estratégia escolhida: “Estamos cientes do trabalho que ainda deve ser feito para alcançarmos a equidade em todos os parâmetros necessários, mas este resultado é um estímulo para toda a nossa comunidade acadêmica para continuarmos firmes com nosso propósito de consolidar a imagem da Faculdade de Música do Espírito Santo como referência de qualidade na educação no Espírito Santo e no cenário nacional.”

 

Leia mais

‘Janeiro a gente começa a vacinar todo mundo’, diz Pazuello

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou...

Dr. Haylmer explica porque Barra de São Francisco não precisa de hospital de Campanha nesse momento

O médico francisquense Dr. Haylmer Alves de Melo conversou com Gustavo Lacerda, no Programa Mais Saúde (antigo Programa Saúde Nota 10), sobre a possibilidade do...

Firmino explica sua saída da disputa eleitoral em Barra de São Francisco

O policial militar Marcelo Firmino explicou sua saída da disputa eleitoral em Barra de São Francisco. Como divulgado pelo SiteBarra na segunda-feira, Firmino teve certidão...

Leia também

Em sete meses, asilos do Espírito Santo registram 100 mortes por Covid-19 entre idosos

  Entre abril e novembro deste ano, as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI's) no Espírito Santo registraram 1.015 diagnósticos da Covid-19. O coronavírus...

Secretário justifica reabertura de escolas nos municípios de risco moderado: ‘Não é um ambiente altamente perigoso’

Antes da decisão, as escolas nos municípios desse grupo estavam proibidas de abrir, sendo autorizadas apenas as atividades remotas. Considerando a classificação mais recente...

Criada comissão para transição na prefeitura de Vila Pavão

O processo de transição da atual gestão municipal de Vila Pavão para a próxima administração, que assumirá a partir de 1º de janeiro de...

Risco baixo, moderado e alto: veja as restrições contra a Covid para cada grupo de municípios do Espírito Santo

  O Governo do Espírito Santo instituiu desde o dia 20 de março um mapeamento de risco que direciona as medidas a serem adotadas no...