Cuba se opõe a qualquer interferência nos assuntos internos da China, afirma Díaz-Canel


O secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China e presidente do país, Xi Jinping, conversou por telefone na quinta-feira (6) com o primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e presidente do país, Miguel Díaz-Canel. Na ocasião, o líder cubano afirmou que se opõe a qualquer interferência nos assuntos internos do país socialista asiático, informa a Rádio Internacional da China.

O líder chinês parabenizou Cuba pela realização do 8º Congresso do Partido Comunista Cubano e Díaz- Canel pela sua eleição como primeiro-secretário. Xi Jinping lembrou que este ano marca o 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China e o início da implementação do 14º Plano Quinquenal. Também será comemorado o 60º aniversário da proclamação do caráter socialista da Revolução Cubana por Fidel Castro. O presidente chinês mostrou-se disposto a consolidar e desenvolver as relações amistosas China-Cuba sob novas circunstâncias, afirmando que o Partido Comunista da China está disposto a reforçar intercâmbios com Cuba em relação a questões teóricas e práticas. A China sempre apoia Cuba na defesa da sua soberania nacional e independência para seguir o caminho socialista que corresponde à realidade cubana.

Diáz-Canel avaliou altamente os êxitos alcançados pelo povo chinês, liderado pelo Partido Comunista da China ao longo dos cem anos, especialmente as grandes façanhas conquistadas no processo de construção de um país socialista moderno sob a liderança do Comitê Central do Partido Comunista da China, tendo Xi Jinping como núcleo. A China certamente alcançará maiores êxitos, manifestou o presidente cubano, expressando também apoio firme à política de uma só China, opondo-se a qualquer interferência nos assuntos internos do país.

Presidentes Miguel Díaz-Canel e Xi Jinping China

Presidentes Miguel Díaz-Canel e Xi Jinping China

Leia mais

Leia também