Cuba rejeita mentiras e manipulação da OEA


Em sua conta no Twitter, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, questionou nesta segunda-feira (22), a OEA, “que se calou sobre os crimes dos golpistas na Bolívia, em 2019”, e é cega e surda para com a violência da direita na América Latina, e no entanto tenta novamente atacar a ilha. 

Díaz-Canel classificou a recente audiência da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA como um show anticubano, acrescentando que se trata de uma tentativa de “diluir e paralisar qualquer aproximação entre Cuba e os Estados Unidos”, informa a Prensa Latina.

Miguel Díaz-Canel

Miguel Díaz-Canel (Foto: Sputnik)

Leia mais

Leia também