Cuba denuncia manobras no Parlamento Europeu


A Comissão de Relações Internacionais da Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba (ANPP) rejeitou as manobras em curso no Parlamento Europeu para incluir na agenda um debate sobre os “direitos humanos” na ilha.

“Soubemos com indignação que um pequeno grupo de eurodeputados, que responde à agenda de Washington, conseguiu incluir na próxima Assembleia Plenária do Parlamento Europeu, a realizar-se no dia 8 de junho, um ponto sobre a Situação Política e os Direitos Humanos em Cuba ”, diz o texto. O texto acrescenta o objetivo é promover uma resolução contra o país, distorcendo a realidade, informa o jornal Granma.

(Foto: Granma)