Crise na fronteira domina primeira entrevista coletiva de Joe Biden


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, relativizou nesta quinta-feira (25) o fluxo de migrantes na fronteira dos Estados Unidos com o México, afirmando que isso “acontece todos os anos”.

De acordo com Biden, há um aumento significativo do número de pessoas que chegam na fronteira nos meses de inverno (janeiro, fevereiro e março), porque os migrantes “podem viajar com menor probabilidade de morrer no caminho devido ao calor do deserto”, disse o presidente democrata. 

Os republicanos acusam Biden de ter incentivado milhares de imigrantes em situação ilegal, inclusive muitos menores desacompanhados, a entrar nos Estados Unidos, ao relaxar a política migratória do seu antecessor, Donald Trump. Para o líder da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell, “a crise da fronteira não é só algo sazonal”, informa o UOL.

O presidente também disse que os Estados Unidos estão permitindo o ingresso de várias famílias de migrantes porque o México se nega a aceitar seu retorno.

“Estamos em negociações com o presidente do México, acho que veremos esta mudança”, afirmou. “Todos deveriam retornar”.

Joe Biden

Joe Biden (Foto: KEVIN LAMARQUE/REUTERS/Direitos )

Leia mais

Leia também