Criminosos ateiam fogo em ônibus e dois carros ficam completamente destruídos no ES

Quatro homens encapuzados colocaram fogo em um ônibus do Transcol no início da tarde desta sexta-feira (7), na altura de Barro Branco, na Serra. Testemunhas contaram que o grupo entrou no coletivo com um baú de gasolina, ordenando que os passageiros descessem e, em seguida, atearam fogo no veículo.

Além do ônibus, outros dois carros que estavam estacionados na rua, e duas bicicletas, também foram atingidos pelas chamas e ficaram completamente destruídos. Viaturas da Polícia Rodoviária Federal estão no local e um helicóptero do Notaer sobrevoa a região em busca dos suspeitos.

De acordo com a Polícia Militar, a ação criminosa pode estar relacionada com a morte de um jovem, que ocorreu na madrugada desta sexta-feira (7), no bairro Cidade Pomar, também na Serra. Nesta manhã, moradores fizeram protestos nas principais vias da região e os comércios ficaram fechados após um toque de recolher.

Wanderson de Araújo Soares, de 21 anos, morreu após ser baleado durante uma abordagem policial. Os militares contaram que o rapaz estava pilotando uma moto, acelerando em direção à viatura. Além disso, segundo eles, o rapaz teria sacado uma arma e efetuado um disparo contra os policiais, que revidaram. Mesmo baleado, Wanderson ainda tentou fugir, mas bateu contra um carro e foi arremessado.

Ele chegou a ser socorrido em uma viatura para um hospital, mas morreu logo depois de dar entrada na unidade. A Polícia Militar informou que com o rapaz foi apreendida uma arma e um tablete de maconha.

Familiares e moradores de Cidade Pomar, no entanto, alegam que Wanderson era trabalhador e não estava armado. A namorada contou para os militares que o rapaz tinha ido buscar ela no trabalho e eles estavam voltando para casa.

Em nota, a Secretária de Justiça (Sejus), Wanderson tinha passagem por tráfico de drogas. A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. A arma apreendida foi encaminhada para o Departamento de Criminalística. Já a droga, encontrada com ele, será encaminhada para laboratório da Polícia Civil.

Informações: Folha Vitória


Leia mais

Leia também