CPI da Pandemia: Wilson Lima é o primeiro governador convocado

Nesta semana, o primeiro gestor estadual foi convocado para comparecer à CPI da Pandemia. O depoimento de Wilson Lima, governador do Amazonas, foi agendado para quinta-feira (10). A decisão dos senadores foi tomada após a Operação Sangria, da Polícia Federal, ter sido deflagrada no estado para investigar desvios na saúde e o governador ter sido um dos alvos da operação.

No entanto, a convocação de governadores é alvo de ação no Supremo Tribunal Federal (STF), onde os gestores estaduais pedem a suspensão de suas convocações no Senado. Segundo o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), as oitivas de governadores estão mantidas enquanto não houver decisão do STF.

A galeria das senadoras na CPI sem representantes femininas

Conselho de Medicina repudia tratamento de médicos que depuseram na CPI da pandemia

Outro depoimento prestado aos senadores será do ex secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, na quarta-feira (9). A expectativa é que ele ajude a esclarecer a postura do governo na crise de oxigênio em Manaus, a aquisição e distribuição de medicamentos sem eficácia comprovada no tratamento da Covid-19 e a falta de equipamentos do “kit intubação” durante sua passagem pela pasta.

Agenda da CPI 8/6 a 11/6

  • Terça-Feira (8): Marcelo Queiroga, ministro da Saúde
  • Quarta-Feira (9): Elcio Franco, ex secretário executivo do Ministério da Saúde
  • Quinta-Feira (10): Wilson Lima, governador do estado do Amazonas
  • Sexta-Feira (11): Claudio Maierovitch, médico sanitarista e ex presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); Natalia Pasternak, pesquisadora, da Universidade de São Paulo (USP)

Foto: Diego Peres/Secom AMFoto: Diego Peres/Secom AM


Leia mais

Leia também