CPI da Covid será prorrogada até início de novembro

Nessa quinta-feira (15) é a vez dos senadores da Comissão da Pandemia ouvirem Cristiano Miranda, que participou do jantar em um restaurante em Brasília para tratar da venda de 400 milhões de dose da vacinas para o Ministério da Saúde. Ele, representante da empresa Davati Suprimentos Médicos, disse que o encontro que teve com o Cabo Luiz Paulo Dominghetti foi somente para aproximar os compradores dos fabricantes do imunizante e também ja mais ter conhecido o deputado Ricardo Barros, líder do Governo.

Instalada em 27 de abril passado, a CPI obteve o “sim” do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para ser estendida até novembro próximo. Haverá, portanto, uma semana sem audiências formais. Mas os parlamentares pensam em manter reuniões internas para atualizar e organizar dados colhidos dos depoentes que compareceram até agora.

Foto:  Orlando BritoFoto: Orlando Brito


Leia mais

Leia também