Covid-19: último paciente de Manaus internado no Espírito Santo recebe alta

O último paciente de Manaus internado para tratar Covid-19 no Espírito Santo recebeu alta na tarde desta sexta-feira (19). Luiz Gonzaga Trajano, de 56 anos, ficou 57 dias internado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, na Grande Vitória.

O manauara chegou no Espírito Santo no dia 21 de janeiro. Antes de ser transferido, Luiz estava internado em um hospital de Manaus com febre e dores torácica, muscular e ao engolir alimentos. Ele estava também com além da falta de ar.

Luiz relatou que quando ofertaram a ele de vir ao Espírito Santo receber tratamento da doença, ele negou. No entanto, vendo a situação de Manaus e os problemas no hospital onde estava internado, decidiu que viria.

O paciente relatou ainda que ele e a esposa estavam sentados em uma cadeira há alguns dias, sem qualquer perspectiva de melhora no atendimento. A esposa não estava infectada pelo vírus, mas, naquela condição, corria risco de se contaminar com a doença.

Trajano é o último dos 36 paciente vindo do Amazonas a deixar o Espírito Santo. Ele embarcou de volta para Manaus na noite desta sexta-feira (19).

Ao longo dos quase dois meses de internação, Luiz avaliou que o mais difícil foi ficar longe da família. O pouco contato com os familiares tornou o tratamento cansativo, mas, para não desanimar, a esposa e os filhos mandavam áudios e as conversas via chamada de vídeo foram um alento.

Segundo Trajano, ele já tem planos para uma nova vida. O primeiro desejo dele é comer uma caldeirada de tambaqui.

O Espírito Santo recebeu, entre os dias 21 e 22 de janeiro, 36 pacientes transferidos do Amazonas para dar continuidade ao tratamento contra o novo Coronavírus (Covid-19).

O acolhimento a esses pacientes aconteceu por causa da grave crise sanitária em Manaus, com registros de falta de oxigênio aos pacientes, e também necessidade de leitos.

Com a alta hospitalar do paciente Luiz Gonzaga Trajano, não há mais nenhum paciente do Amazonas internado na unidade. Ao longo desse período, foram 27 altas hospitalares e nove óbitos.

O estado ainda recebeu 15 pacientes de Rondônia e cinco pacientes de Santa Catarina. Com o aumento da ocupação de leitos por pacientes de Covid-19, o recebimento de pacientes de outros estados foi suspenso no Espírito Santo.

Luiz chegou ao Espírito Santo para tratamento de Covid-19 em janeiro — Foto: Reprodução/ TV Gazeta
Luiz chegou ao Espírito Santo para tratamento de Covid-19 em janeiro — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

 

 

Leia mais

Leia também