Covid-19: trabalhadores do transporte coletivo ganham prioridade na vacinação

Nesta semana, o Ministério da Saúde começa a dar prioridade na vacinação contra a Covid-19 a trabalhadores do transporte coletivo. Nos próximos dias, mais de 7 milhões de doses de vacinas serão distribuídas para todos os estados e o Distrito Federal, incluindo o imunizante da Janssen, que teve o seu primeiro lote entregue ao Brasil nesta quarta-feira (23).

A distribuição às Unidades Federativas conta com 3,2 milhões de doses do Butantan, 2,3 milhões de doses da Pfizer e 1,5 milhão de doses da Janssen. Além dos trabalhadores do transporte coletivo, outros grupos prioritários começarão a ser atendidos, como os profissionais do ensino superior e trabalhadores do transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso de passageiros.

Imunização contra a Covid-19 chega às comunidades quilombolas do Brasil

Covid-19: presidente da Anvisa pede que a população tome a segunda dose da vacina

A estratégia de distribuição das vacinas é definida em reuniões entre a União, estados e municípios. O objetivo é garantir a cobertura vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: 12 semanas para a vacina da Pfizer e quatro semanas para a do Butantan. Já a vacina da Janssen é de aplicação única.

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência BrasíliaFoto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília