Covid-19: quem tomou vacina da Janssen precisa de uma terceira dose?

Compartilhe

Para os brasileiros entre 18 e 60 anos, o Ministério da Saúde recomenda a vacinação contra a Covid-19 com duas doses, além do reforço. Mas quem se imunizou com a vacina da Janssen, tomou uma segunda dose do imunizante e não recebeu a terceira. Com o aumento de casos da doença, muitos se perguntam se e quando um novo reforço será autorizado. 

Ana Denise de Sousa, professora da rede pública de ensino no Distrito Federal, observa que o cenário na escola onde trabalha é de temor e o sentimento é de que os profissionais estão desprotegidos.  

“A escola já está em pânico com essa situação de estarmos sem a cobertura da Janssen. Nós tivemos a primeira dose, os colegas tiveram, entre dezembro e fevereiro, a segunda dose, e o que a gente está constatando na escola é que os professores estão bem desesperados, os casos de Covid estão aumentando, tem professores contaminados, uns três colegas”, relata a professora.

Segundo informações do Ministério da Saúde, as diretrizes não mudaram. Assim, as duas doses significam esquema vacinal completo. Em nota, a pasta informou que o esquema vacinal com o imunizante da Janssen é composto pela dose única e a dose de reforço, aplicada dois meses após a primeira. 

O infectologista Hemerson Luz corrobora a informação do Ministério da Saúde e diz que, a não ser que um estudo mude o cenário atual, ainda não há necessidade de uma terceira dose da Janssen. Ele explica que a vacina é considerada um forte indutor de imunidade contra a Covid-19, protegendo contra casos graves da doença com eficácia de até 85%, após a segunda dose.

“Os dados atuais indicam que as pessoas que foram vacinadas com a primeira e segunda doses da vacina da Janssen têm uma proteção muito boa contra a Covid-19, contra as formas mais graves, por isso devem ficar tranquilos e seguir, com certeza, todas as estratégias e medidas preventivas que forem estipuladas pelas autoridades sanitárias”, ressalta o especialista.

Segundo dados do Localiza SUS, quase 20 milhões de doses da vacina da Janssen foram aplicadas durante a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Diferentemente dos imunizantes de outros laboratórios, a vacina é aplicada em apenas uma dose. E quem a tomou precisa de apenas mais uma dose de reforço, segundo as atuais orientações do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde.

Ainda segundo a pasta, pessoas que receberam dose de reforço com outro imunizante, que não a Janssen, também já estão com o esquema vacinal completo e não devem receber outra dose de Janssen ou de outro imunizante.

No total, mais de 435,3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas, levando em conta todos os imunizantes disponibilizados. Até o momento,  666,9 mil mortes ocasionadas pela doença foram registradas.
 

Breno Esaki/Agência Saúde DFBreno Esaki/Agência Saúde DF

Leia também

Vigilância Ambiental promove palestra sobre doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

Aconteceu na manhã e tarde desta sexta-feira, 1º de julho, na Escola Municipal de Ensino Fundamental José Francisco...

Em quase um ano e meio, hortão municipal teve produção recorde de legumes verduras

A distribuição de verduras e legumes continua sendo realizadas dia a dia por servidores da secretaria de Agricultura...

Hepatite: tudo o que você precisa saber

O que são as hepatites virais? As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e...

Confira as fotos da inauguração da clínica de hemodiálise em Barra de São Francisco

A inauguração da clínica de hemodiálise (Med.Álise), na manhã deste sábado (02), em Barra de São Francisco, com...

Aeroporto de Vitória volta a ter voos diretos para Fortaleza

O Aeroporto de Vitória vai voltar a ofertar voos diretos para Fortaleza a partir de julho. O voo inaugural...